01/04/2015

Ralo linear, ralo sifonado e ralo seco – Entenda suas diferenças

Saiba como escolher o melhor objeto para os ambientes da sua casa

Fonte: Revista do ZAP
ralo de plástico
Saiba como escolher o ralo ideal para a sua casa (Foto: Shutterstock)

Ralo linear, sifonado ou seco? Essa é uma questão difícil para se resolver. As pessoas não costumam dar muita atenção ao ralo, esse pequeno componente que liga a tubulação – canos dos banheiros, cozinhas, áreas de serviços – à rede de esgoto.

+ Conheça 7 pepinos que podem estar invisíveis em sua obra

+ Parede torta é pepino na certa. Saiba como evitar esse problema

O ralo só é lembrado quando o pedreiro pede para comprar e você nem tinha se preocupado com isso, ou quando dá algum problema: o mau cheiro começa a invadir os ambientes, quando a água não escorre e fica empoçada em algum canto, ou quando começa a infiltrar água na laje ou no gesso.

Organizamos algumas informações para te ajudar a escolher os ralos e algumas informações sobre como instalar corretamente e evitar transtornos.

Ralo sifonado ou seco?

Se você é um dos poucos que durante uma obra já se preocupou com o ralo, você deve conhecer essa expressão: ralo sifonado. É ele que impede que o mau cheiro retorne. O ralo sifonado funciona como um sifão de pia, ou seja, tem uma bolsinha onde um pouco de água fica parada evitando que os gases retornem ao ambiente.

Nos ralos secos, a água escoa assim que entra nele deixando o caminho livre para os gases do esgoto retornarem pela tubulação, poluindo o banheiro. Geralmente se usa ralo seco nos chuveiros e o tipo sifonado para ralo do ambiente (aquele que fica no chão da cozinha, do banheiro ou do quintal).

Se você já tiver um ralo seco instalado em um banheiro pronto, e quiser fazer a troca é necessário reformar o banheiro, trocando o encanamento e quebrando o piso para substituição pelo ralo sifonado. Mas é um trabalho que vale a pena.

Ralo sifonado
O ralo sifonado impede que o mau cheiro retorne (Foto: Reprodução/Pinterest)

Para todos os gostos

Os ralos redondos de plástico ou inox são velhos conhecidos da gente e apresentam bom custo benefício. Mas, ultimamente têm surgido várias novidades para incrementar ou disfarçar a existência dele no ambiente para quem não gosta da pecinha a mostra.

Um dos mais modernos é o ralo quadrado do tipo clic. Feito em inox, tem ‘tampa cega’ que abre com a pressão do pé para escoar a água e fecha quando se pressiona de novo.

O ralo linear (plásticos, inox) é acoplado na caixa sifonada e pode ser usado no chuveiro ou como ralo de ambiente. Se for usar esse modelo, tem que deixar o rebaixo para instalação quando estiver fazendo o contrapiso.

Embora os ralos lineares sejam parecidos, atenção para não confundi-los com as grelhas de piso externo que captam água de chuva e não precisam ter a caixa sifonada para evitar mau odor.

O produto evoluiu tanto que tem até ralo quadrado ou linear camuflado, dá para colocar o próprio piso de acabamento nesses modelos.

ralo de inox
O ralo de inox é um dos tipos mais utilizados nas casas (Foto: Shutterstock)

A tampa é importante

É pela tampa que a água vai entrar no ralo. As furadinhas deixam a água passar livremente. As cegas você terá que abrir e fechar a cada uso. Pense nisso para escolher. Considere também que a tampa serve para filtrar cabelos e pequenas sujeiras, mantendo os canos limpos e desobstruídos, além de impedir o acesso de animais pelo cano de esgoto – ratos e baratas, você não vai querer encontra-los, né?

Instalação

O ralo precisa ficar num lugar em que a água consiga chegar nele (sem obstáculos) e deve estar protegido de muitas pisadas. Ou seja, o ideal é que não fique nos locais por onde as pessoas caminharão muito – como na frente da pia do banheiro.

Peça para que o pedreiro execute as caídas no piso para a água escoar em direção aos ralos. E cuidado com pisos em grandes formatos em cômodos pequenos: por serem peças grandes, o assentador não consegue ajustar um desnível para um ponto no centro. Se for usar esse tipo de piso, melhor instalar ralos lineares.

Cuidado com infiltração

Tenha cuidado com a vedação em volta do ralo. Como ele vai exigir recortes no piso, no encontro da peça com o ralo, o rejunte do piso tem que estar sem fresta e você pode aplicar silicone entre o ralo e o piso para garantir. Lembre-se que a impermeabilização do ambiente deve ser feita na fase de construção em todo o piso, principalmente nas áreas molhadas: cozinha, banheiro e varanda.

tubulação
Ralo com tampa deixa os canos limpos e desobstruídos (Foto: Shutterstock)

Detalhes importantes

Se sua casa estiver em construção é mais fácil planejar e instalar os ralos, com a laje pronta você vai conectar todos os tubos de esgoto e colocar os ralos, é só prestar atenção nas juntas e usar as conexões corretas pra não ter vazamento. Depois de jogar água pra testar se o caimento está certo e não há vazamentos você pode encher o rebaixo, fazer o contrapiso e impermeabilizar bem o ambiente.

Se você fizer uma reforma e for trocar o piso ou instalar um revestimento em cima do original, quase sempre a boca do ralo fica mais alta. Isso quer dizer que o pedreiro ou o encanador deverão colocar uma emenda no tubo do ralo, e isso é correto. Mas não se esqueça de pedir para o pedreiro impermeabilizar a emenda do tubo do ralo. Se não é possível emendar, existem produtos para impermeabilizar.

Com esses cuidados, você protege a estrutura da sua casa, evita mau cheiro e garante que a água vá para o lugar certo.

 

+ Confira o manual da reforma perfeita

+ Veja quais são os 5 problemas mais comuns na reforma

+ Confira o guia completo da reforma e decoração de uma casa

+ Confira 10 dicas para planejar e concluir uma reforma sem sofrimento

+ Saiba o que fazer se o pedreiro sumir no meio da obra

 

*site parceiro do ZAP  (www.100pepinos.com.br)

 

 + Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

  • Geraldo Mendes de Oliveira

    Ajudou-me bastante!

  • André

    NÃO USE RALO SIFONADO!Para que esse ralo cumpra o seu papel de evitar que os gases da tubulação adentrem na edificação é necessário que o fecho hídrico (água no fundo do ralo) tenha no mínimo 50mm e seja permanente. Primeiro que ele não tem 50mm de espessura, geralmente tem de 10 a 20mm no máximo, além disso o fecho hídrico só é recarregado quando o chuveiro é acionado ou o piso do boxe é lavado, ou seja, uma vez ou outra durante o dia, ou seja, a água evapora e o ralo seca!O ralo, seco ou sifonado, é ligado à caixa sifonada, esta sim apresenta fecho hídrico maior ou igual a 50mm e permanente, ela desempenha a função de não deixar que os gases adentrem na residência, logo, não faz sentido o uso do ralo sifonado uma vez que a caixa sifonada desempenha a sua função. O ralo sifonado é mais caro que o ralo seco e é mais sucetivel ao entopimento, uma vez que qualquer resíduo que vier a entrar no ralo ficará retido no mesmo. Acho que é só, resumindo, não compre ralo sifonado, é uma péssima idea.