10/02/2008

A melhor hora para investir

Fonte: O Estado de S. Paulo

Reformar imóveis danificados e bem localizados para revenda é uma das opções

Quando o assunto é investidor, rapidamente a nossa mente associa a palavra à figura do executivo bem-sucedido, que mantém contas milionárias no País e no exterior, e que reúne negócios na Europa e nos Estados Unidos, ou seja, um personagem que está bem distante da realidade da maioria dos brasileiros. Logo em seguida, sentimo-nos frustrados por imaginar que jamais seremos um investidor.

J.F. Diorio/AEZap o especialista em imóveisVisão de negócio – Reformar imóveis danificados e bem localizados para revenda é uma das opções

 

 

 

 

 

 

 

 

O bilionário americano Sam Zell, dono de uma fortuna pessoal de US$ 5 bilhões, – cifra que o coloca na 158ª posição do ranking dos mais ricos do mundo, segundo a revista americana Forbes, e reprodução da revista Exame – ergueu do zero um império imobiliário composto por 200 mil apartamentos nos Estados Unidos e dezenas de investimentos em países da América Latina, Ásia e Europa.

Sam Zell dedicou-se em tempo integral a um negócio que havia começado nos intervalos das aulas na faculdade com um colega: o de comprar e reformar imóveis degradados que ficavam próximos ao campus para alugá-los a estudantes.

Apesar de ser um caso de sucesso fascinante, não é preciso adquirir mais de 200 mil apartamentos e juntar uma fortuna de bilhões de dólares para ser um bom investidor e obter resultados positivos.

Ao alcance

Se você já é o proprietário de um imóvel e está bastante tranqüilo em relação à sua moradia e da sua família, e pretende investir neste negócio, saiba que existem muitas oportunidades.

É importante lembrar que o momento para investir em imóveis é agora, pois daqui a alguns anos será difícil comprar empreendimentos imobiliários com tantas facilidades, pois o preço por metro quadrado irá crescer acima de todas as previsões.

Desta forma, é importante estar atento em onde e como investir em imóveis e como se tornar um investidor. Existem duas opções: uma é reformar e vender imóveis danificados bem localizados para gerar bons lucros. E a outra é alugar imóveis novos de um e dois dormitórios. O valor do aluguel ainda pode ser aproveitado para quitar o financiamento.

Caso você consiga sozinho investir, vá em frente. Caso contrário, junte-se a um grupo de amigos para dividir as despesas e a futura receita em quotas iguais.

Se a escolha for pela compra de imóveis deteriorados ou que necessitem de uma reforma, convém sempre examinar vários fatores, tais como: preço pedido pelo proprietário em comparação a imóveis similares em bom estado na vizinhança, documentação do imóvel, necessidades de reformas e custo estimado para que realmente você possa realizar este tipo de investimento, que se bem administrado poderá se tornar seu primeiro investimento, entre outros.

Já no caso de imóveis de um e dois dormitórios, uma grande oportunidade está nos poucos lançamentos deste tipo de empreendimento, pois nos últimos anos o foco estava nos de quatro dormitórios. Estas unidades requerem investimentos de cerca de 25% a 30% do valor do imóvel durante a construção, e seu inquilino paga ou ajuda a pagar os 75% ou 70% restantes, com o valor de aluguel.

Hoje em dia, receber 0,6% ou 0,7% de rendimento de aluguel representa um bom investimento, sem contar que seu imóvel (seu capital) está valorizando também no mercado imobiliário. Pense nestas possibilidades. Não são poucos aqueles que fizeram fortunas investindo neste mercado. Junte-se aos novos investidores.

*Feliciano Giachetta é diretor da FGi Negócios Imobiliários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.