01/07/2013

A moda também dita a decoração das paredes

A moda também dita a decoração das paredes

Fonte: Revista do ZAP

“Vestir” a casa inclui escolher cores da estação e seguir tendências para pintura e acabamento

Arquitetos contratados por construtoras e incorporadoras não fogem dos estilos clássico e contemporâneo ao compor fachadas e interiores das áreas comuns de empreendimentos. Para agradar gregos e troianos, a fórmula é seguir a palheta de cores neutras e suas matizes.

 moda nas paredes

Cômodos decorados em tons mais neutros ganham um charme quando recebem peças de cores vibrantes como as azuis

Da porta para dentro, no entanto, cada morador decide que cara vai ter sua casa — e são muitas as opções para abandonar os tons monótonos e seguir, na decoração, as mesmas referências de moda que aplica para se vestir.

Fabricantes de tintas e acabamentos descobriram recentemente que adequar cores e padrões às coleções sazonais do mundo fashion aumenta o apelo para consumidores de diferentes gostos e estilos.

A onda, agora, é acompanhar as mudanças de estação, assim como os estilistas e grifes de moda. Se novas cores e formas chegam às vitrines das lojas de roupas e acessórios, não poderia ser diferente no setor que veste as casas.

Empresária do ramo de decoração há 30 anos, Mariana Spengler explica que mais do que nunca a moda das passarelas está nas casas. E como as tendências nascem na Europa quem busca novidade pode optar por materiais importados, como papéis de parede.

No inverno, tons terrosos ganham espaço. Estações mais frias pedem cores que trazem sensação térmica de mais aconchego — tonalidades de laranja, marrom e azul marinho também entram nessa composição. Mas independente da estação do ano, Mariana destaca que deve-se ficar atento ao projeto da casa.

“As pessoas fazem decoração para um estilo, seja para uma casa de campo, de praia, etc.”

De qualquer forma os tons de cinza e o preto também combinam bastante com o inverno. Essa última cor, no entanto, deve aparecer apenas em detalhes dos ambientes. O mesmo vale para o marrom, que também ganha espaço na estação. Os tons de castanho, chocolate e avelã podem ser usados em pisos, sofás e paredes.

“É um tom forte e, ao mesmo tempo, neutro, que traz energia ao ambiente. Utilizamos para dar a sensação de estabilidade e força ao espaço, pois é uma cor associada à terra”, salienta a designer de interiores Fabiana Visacro.

Vale lembrar que a cor que prevalece pode transmitir sentimentos e emoções diferentes. Uma sala inteiramente bege, por exemplo, se transforma totalmente quando recebe um tom vibrante de vermelho. Para não pesar na composição, é bom equilibrar a cor forte com branco, areia ou outras tonalidades neutras em outras paredes.

Dos salões de beleza para as casas
O efeito de cabelos mais claros nas pontas, chamado de ombré hair ou mechas californianas, é febre entre mulheres que gostam de seguir tendências de moda. O estilo também pode ser repetido nas paredes de casa. A fabricante de tintas Coral tem vídeo explicativo sobre a técnica que também é conhecida como degradê.

A princípio parece complicado obter o tom-sobre-tom, mas o efeito é de fácil execução e pode ser reproduzido sem que o consumidor precise contratar um pintor profissional.

São necessários dois pincéis, dois rolos de pintura, fita crepe e dois tons de tinta. Antes de mais nada, deve-se fixar fita crepe nas extremidades da parede, sem esquecer das tomadas. A pintura deverá ser feita começando com o tom mais escuro de tinta nas laterais, preenchendo a metade da parede com auxílio do rolo.

Em seguida, é preciso pintar o centro da parede com a cor mais clara, e também uma camada do tom mais escuro nessa área, mesclando bem para que não fiquem marcas do rolo. O truque é deixar as tonalidades intercaladas entre si, criando o efeito sombreado do degradê. O restante da parede deve ser pintado com a cor mais clara.

Esse efeito também pode ser obtido com papéis de parede. Como lembra Mariana Spengler, os revestimentos para a parede foram coadjuvantes durante muitos anos, estando presentes em uma única parede do quarto, por exemplo, e hoje aparecem na casa toda.

 

Leia mais:
>> Arquitetura moderna uruguaia inspira construção de imóvel no litoral gaúcho
>> Garrafas velhas viram obra única pelas mãos de artesã
>> Projeto de apartamento mistura surfe com elementos urbanos

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.