19/08/2008

A prática de Feng shui com pêndulo indica pontos de energia negativa do ambiente e como barrá-los

Fonte: Globo online

Com pêndulo é possível identificar as energias telúricas (energia da terra) e as influências que podem afetar o ambiente de uma casa

Quando se pensa em feng shui logo vem à mente o diagrama ba guá, que norteia a posição dos móveis e a definição das cores adequadas para cada ambiente. Mas outras técnicas e utensílios podem guiar quem pretente harmonizar as energias dentro de casa. A arquiteta e urbanista Maria Teresa Saldanha, diretora do Instituto Brasileiro de Feng Shui (Ibfs), explica que o pêndulo, por exemplo, é um instrumento poderoso.

Zap o especialista em imóveisCom o uso do instrumento é possível identificar energia negativa

Combinação do feng shui com a radiestesia, técnica para detectar os desequilíbrios energéticos tanto nas pessoas como em casas e escritórios, essa prática parte do princípio de que tudo emite ondas, algumas benéficas e outras nocivas.

– Com pêndulo é possível identificar as energias telúricas (energia da terra) e as influências que podem afetar o ambiente de uma casa. Sempre uso o pêndulo porque o feng shui é voltado para as energias que vêm do céu e a radiestesia, da terra – expõe Maria Teresa.

Com pêndulo é possível identificar a energia da terra e as influências que podem afetar o ambiente de uma casa. Sempre uso o pêndulo porque o feng shui é voltado para as energias que vêm do céu e a radiestesia, da terra.

Há 12 anos, a arquiteta, que trabalha com o feng shui nas decorações de casas e escritórios, passou a acrescentar o pêndulo em seus projetos em 2000. Segundo Teresa, é por meio da movimentação do pêndulo que se investiga a existência de pontos geopatogênicos (energia negativa) de um ambiente, sua origem e as soluções para proteger a área afetada. Para neutralizar as vibrações negativas, que podem afetas a vida dos moradores, são usados materiais como cortiças, fios de cobre, cristais, pedras e carvão vegetal. Tudo com a finalidade de proteger a área de tais influências.

– Às vezes, a melhor solução é se afastar do espaço onde há a energia negativa, o que nem sempre isso é possível. Então, pesquisamos uma forma de proteção, que vai depender de cada caso – afirma a arquiteta.

Raquel Carreras Quitete Freire, jornalista e estudiosa de terapias alternativas, relembra que sua filha Estela, de 2 anos, chorava muito durante as noites, quando era bebê, e acredita que conseguiu resolver o problema com mudanças simples e pontuais sugeridas a partir do trabalho informal da radiestesia com feng shui no quarto da criança.

Ela conta que a arquiteta Maria Teresa estava fazendo o projeto do escritório de seu marido e comentou que a filha não conseguia dormir tranqüila. Após visitar o quarto do bebê, a arquiteta identificou um ponto de energia negativa que estaria afetando o sono da criança. Recomendou que Raquel colocasse cortiça no estrado do berço e o mudasse de posição.

– Eu usava aromatizador de camomila e sândalo à noite no quarto da Estela na tentativa de acalmá-la. Fazia reiki no berço, mas só depois de colocar a cortiça, ela parou de chorar durante a noite – afirma a jornalista.

Maria Teresa alerta que não basta comprar um pêndulo e tentar fazer mudanças por conta própria em qualquer ambiente sem antes fazer um longo treinamento e ter total domínio do instrumento. Caso contrário, há riscos de entendimento equivocado das vibrações do pêndulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.