23/12/2007

Abaixando o volume

Fonte: O Globo

Mercado tem diferentes soluções, que permitem que se viva sem barulho

Sim, é possível viver num apartamento silencioso — mesmo em épocas como as de festas de fim de ano e carnaval. Embora o ideal seja fazer um bom projeto acústico ainda na planta, já existem soluções eficientes para reduzir o barulho externo, mesmo depois de o imóvel estar construído. O ideal é recorrer a um especialista, que poderá diagnosticar o problema e propor soluções, como a mudança de portas e o reforço de janelas, paredes, tetos e pisos.

Desenvolvido para diminuir ruídos externos e também para manter o controle de temperatura do ambiente, o vidro duplo é, atualmente, o principal recurso para quem mora em ruas movimentadas. A estrutura, dizem profissionais da área, proporciona uma redução de até 70% do barulho.

— O técnico deve avaliar o tipo de vidro mais indicado e deixar um vidro com dois milímetros a mais do que o outro. Isso é necessário porque, se eles forem da mesma espessura, não haverá a quebra do som e o ruído vai acabar passando. Com essa diferença, o que passar por uma folha, não passará pela outra — explica o engenheiro acústico Carlos Fidelis.

Soluções também para ruído interno

Divulgação Zap o especialista em imóveisA porta tem no miolo, uma chapa cimentícia e, nas laterais, vedações de borracha: tratamento aplicável

Já para quem sofre com o barulho produzido no interior do prédio — por causa de festas no playground, por exemplo — uma opção é vedar também as portas. Há modelos de PVC e vidro duplo, com borrachas de vedação, e ainda as portas maciças de madeira que, no miolo, trazem uma chapa cimentícia.

— Se a porta do apartamento for de madeira maciça, nem será preciso comprar uma porta especial: o tratamento acústico pode ser feito nela mesma — afirma Rafael Braz, diretor da Div-Som, empresa especializada nesse tipo de serviço.

Simone MarinhoZap o especialista em imóveis“”Dry-wall””: as paredes de gesso acartonado, com forração de lã de Rocha, são instaladas no apartamento da Barra da Tijuca

O barulho que vem do vizinho ou até de dentro do próprio apartamento — isto é, do cômodo ao lado — pode ser diminuído com paredes de gesso acartonado (as chamadas dry-wall), que são forradas com lã de vidro ou de rocha. Para quem já mora num imóvel com paredes de alvenaria, as placas de dry-wall podem ser usadas como contra-parede, explica Alessandra Passos, proprietária da By Floor:

— A desvantagem, nesse caso, está em uma certa perda de espaço: é que o avanço mínimo no ambiente tem que corresponder a seis centímetros. E não adianta isolar a parede e não ter tratamento acústico no teto porque o som reverbera.

O toc-toc de pessoas andando dentro de casa, por sua vez, pode desaparecer — ou, pelo menos, ficar bem mais suave — se, ao mandar instalar pisos laminados, o morador mandar aplicar também, por baixo deles, uma manta acústica.

Nelson PerezZap o especialista em imóveisA manta acústica é colocada sob as réguas do piso laminado: o produto pode ser aplicado sobre qualquer tipo de piso e reduz o barulho, por exemplo, dos saltos de sapato

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

— O produto pode ser aplicado em qualquer tipo de piso. É bom lembrar que, além de diminuir o barulho dentro de casa, a pessoa estará facilitando bastante a vida do vizinho que mora abaixo — ressalta Simone Orlean, dona da Orlean.

Confira as opções

Vidros duplos: Com vidros duplos, triplos ou até quádruplos nas janelas e esquadrias preenchidas com borracha, lã de vidro ou outro material elástico, é possível, segundo especialistas, reduzir em até 70% os ruídos. Esse é o principal recurso para quem mora em ruas movimentadas. O técnico deve avaliar o tipo de vidro mais indicado e calcular sua espessura e a da câmara, além de deixar um vidro com dois milímetros a mais do que o outro — se eles forem da mesma espessura não vai haver a quebra do som e o ruído vai passar. Com essa diferença, o que passa em um não passa no outro. O preço varia de R$2,5 mil a R$4 mil por janela instalada.

Nelson PerezZap o especialista em imóveisÉ duplo o vidro nas janelas do apartamento na Joaquim Nabuco,em Copacabana: diminuição do ruído seria de até 70%

 

 

 

 

 

 

 

 

Vidros laminados: São uma boa opção quando o problema é mais simples. São compostos por duas ou mais chapas, intercaladas por películas plásticas que, quando prensadas, aderem uma à outra. O resultado é um “sanduíche de vidro”, cujo desempenho é determinado pela espessura do vidro e da película: quanto maior elas forem, menor é a transmissão de som entre os ambientes. Os preços variam entre R$800 e R$1,5 mil por janela instalada.

Portas anti-ruído: Há modelos de PVC e de alumínio, com vidro duplo, e modelos de madeira maciça, com recheio de placa cimentícia. A porta precisa ser compatível, em peso, com a parede e é necessário que sejam feitas vedações perimétricas adequadas — onde passa ar, passa o som. O que é muito usado nas portas em que se pretende fazer isolamento acústico é o sistema retrátil: uma guilhotina interna que garante a vedação entre o piso e a porta, quando ela é fechada. O preço varia de R$2,5 mil a R$3,5 mil.

Dry-wall: O dry-wall (placas de gesso acartonado fixadas em estruturas metálicas, usadas como divisória interna de imóveis e também como parede entre apartamentos vizinhos) permite o isolamento acústico com o uso de mantas de lã mineral (vidro ou rocha) como recheio. Quem mora num imóvel que tem paredes de alvenaria pode usar as placas de dry-wall como contra-parede, mas há perda de espaço. O preço varia de R$120 a R$250 o metro quadrado instalado.

Cortiça: As placas de cortiça ajudam a diminuir barulhos internos do imóvel, isto é, de um cômodo para o outro. Sobre elas pode ser aplicado qualquer tipo de revestimento, como papel de parede, tecido e mesmo pintura (mas, nesse caso, a parede fica com aquele aspecto poroso do material). Preço médio: R$150 o metro quadrado colocado.

Cortinas: Há modelos de poliéster com propriedades acústicas, que prometem reduzir o barulho que vem da rua. Preço médio: R$350 o metro quadrado instalado.

Pisos anti-ruído: Há mantas acústicas de vários fabricantes e feitas de diferentes espessuras e materiais — como EVA, polietileno, lã de vidro ou de rocha — que podem ser aplicadas por baixo de pisos laminados e sobre qualquer outro tipo de piso. O preço varia entre R$15 e R$20 o metro quadrado instalado.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.