19/10/2007

Alta é maior em imóveis menores

Fonte: Jornal da Tarde

Os apartamentos de um e dois dormitórios são os que registraram a maior alta no valor das locações em setembro, na comparação com o mês anterior. Segundo dados da pesquisa mensal da Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios (Aabic), os aluguéis desses dois perfis de imóvel subiram 2,86% e 3,47%, respectivamente.

Além desses, somente as quitinetes apresentaram aumento significativo no mês passado. Subiram 1,46%. Em contrapartida, as casas de quatro dormitórios foram as principais responsáveis pela queda do Índice Periódico de Valores Médios dos Aluguéis Residenciais (Ipevemar) no mês passado. Caíram 4,90%, seguidas das casas de um dormitório (-3,90%) e apartamentos de dois dormitórios (-2,17%).

Dentro das seis áreas em que o levantamento de aluguéis divide a cidade, os setores 2 (bairros que predominam o uso residencial e de alto padrão) e 4 (bairro de uso residencial e comercial e de médio padrão) registraram aumento de 0,1% e 2,6%, respectivamente. “Os que mais subiram são aqueles onde a demanda estava reprimida”, explica o presidente da Aabic, José Roberto Graiche.

No setor considerado de baixa renda, contudo, a queda no valor dos aluguéis chegou a 6,0% em setembro. Também registraram desvalorização, os imóveis residenciais de altíssimo padrão. A queda chegou a 1,6%. Em agosto, a maior valorização havia sido registrada nos bairros de médio padrão (6,5%). Quanto à divisão por perfil de unidade, a maior alta naquele mês foi no segmento de apartamentos de um dormitório: 10,45%. Já a segunda foi no de casas de um dormitório, cujo aumento chegou a 8,23%.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.