16/04/2010

Aluguéis novos sobem 10% em 12 meses até março, diz Secovi-SP

Fonte: Agência Estado

Alta representa a maior variação no período de 12 meses desde junho de 2009, quando se observou aumento de 11,33%

Alta representa a maior variação no período de 12 meses (Foto: Tiago Queiroz/AE)
Alta representa a maior variação no período de 12 meses (Foto: Tiago Queiroz/AE)

Os aluguéis de casas e apartamentos contratados em março registraram aumento médio de 10% no acumulado dos últimos 12 meses, de acordo com pesquisa mensal realizada pelo Sindicato das Empresas de Compra, Locação e Administração de Imóveis Comerciais de São Paulo (Secovi-SP) na capital paulista. A alta bem superior a dos diversos índices de preços, considerando que a inflação oficial, medida pelo IPCA, do IBGE, apresentou alta de 5,17%, e o IGP-M, da Fundação Getúlio Vargas, subiu 1,94%, também nos 12 meses encerrados em março.

Essa alta representa a maior variação no período de 12 meses desde junho de 2009, quando se observou aumento de 11,33%. Em relação aos valores praticados em fevereiro, os novos contratos de aluguel apresentaram alta de 2%.

A maior variação no comparativo de março ante fevereiro foi registrada nos imóveis de até dois quartos, de 2,5%. O aluguel de residências de um quarto registrou alta média de 2%, enquanto a de três dormitórios apresentou a menor alta, de 0,8%.

No período, o Índice de Velocidade de Locação (IVL), que mede o intervalo em que o imóvel ficou desocupado, variou de 16 a 34 dias. Casas e sobrados foram alugados mais rapidamente do que os apartamentos em março.

LEIA MAIS:

OFERTA DE IMÓVEIS PARA ALUGAR NÃO CRESCE COM A NOVA LEI DO INQUILINATO

AS PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE AS MUDANÇAS NA LEI DO INQUILINATO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.