12/04/2011

Aluguel na praia custa a partir de R$ 80

Fonte: Jornal da Tarde
(Foto: Divulgação)
Imóveis baratos são encontrados em Peruíbe e Praia Grande (Foto: Divulgação)

O custo de passar na praia o fim de semana prolongado do feriado da Semana Santa é de no mínimo de R$ 80 por dia. Esse é o menor valor de aluguel de imóvel no Litoral paulista encontrado para esta temporada em pesquisa feita com 35 imobiliárias de dez cidades litorâneas pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (CRECI-SP).

O aluguel médio diário de R$ 80 é para imóveis pequenos, de dois cômodos, e situados em cidades como Peruíbe e Praia Grande, no Litoral Sul. Já as unidades de quatro dormitórios estão sendo oferecidos pelos proprietários a valores que chegam a R$ 1.350 a diária. Trata-se do maior valor de locação diária entre todos os apurados pela pesquisa.

A pesquisa também mostra que é possível alugar esse tipo de casa ampla praticamente pelo mesmo valor no Litoral Norte, onde estão cidades como Ilhabela e Ubatuba, ou por menos em cidades do Litoral Central, como Guarujá e Santos. A diária sai por R$ 905, mas baixa para R$ 700 ao se trocar a casa de 4 dormitórios pelo apartamento similar.

As diárias de locação deste ano, de forma geral, estão mais caras que em 2010. Os campeões de aumentos foram apartamentos de tamanhos diferentes situados no Litoral Norte. Os de 1 dormitório subiram 258,17%, maior alta apurada pela pesquisa CRECI-SP. O aluguel médio em 2010 era de R$ 127,50 e agora está cotado em R$ 456,67. Os apartamentos de 2 dormitórios eram alugados em média por R$ 238,00 e nesta temporada saem por R$ 578,57, ou 143,10% a mais. No caso dos apartamentos de 3 dormitórios, a alta foi de R$ 127,14% – o aluguel médio subiu de R$ 345,00 em 2010 para R$ 785,71 agora.

A pesquisa também registrou casos de aluguel que permaneceram estáveis, como as casas de 1 dormitório do Litoral Sul – o aluguel de 1 dormitório em 2010 permanece o mesmo este ano. As únicas reduções de valores das diárias foram as de apartamentos de 1 dormitório no Litoral Central (de R$ 143,30 para R$ 120, queda de 16,26%) e das casas de 2 dormitórios no Litoral Sul (de R$ 325,00 para R$ 300, queda de 7,69%) e no Litoral Norte (de R$ 340 para R$ 247,73, queda de 27,14%).

“O preço está dado pelos proprietários às imobiliárias, mas isso não significa que seja esse o valor final que se vai pagar para passar o feriadão na praia”, afirma José Augusto Viana Neto, presidente do CRECI-SP. “Pechinchar é sempre uma opção que se tem para pagar menos, mas só não se deve deixar para fazer isso na última hora, na corrida dos desesperados para ir à praia, porque aí não tem como nem o que negociar”, acrescenta.

A pesquisa CRECI-SP foi feita nas cidades de Bertioga, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande, Santos, São Sebastião, Caraguatatuba, Ubatuba e Peruíbe.

LEIA MAIS:

Casa ou apartamento? Veja o que levar em conta na hora da escolha

Conheça as regras de uso do FGTS na compra da casa própria

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.