26/02/2014

Aluguel residencial tem leve alta em janeiro na capital paulista

Imóveis contratados em janeiro registraram aumento de 0,3% em relação a preços de dezembro

Fonte: ZAP Imóveis
Pesquisa do Secovi mostra aumento de 0,3% nos aluguéis em relação a dezembro (Foto: Thinkstock)
Pesquisa do Secovi mostra aumento de 0,3% nos aluguéis em relação a dezembro (Foto: Thinkstock)

O aluguel de imóveis residenciais contratados em janeiro na cidade de São Paulo aumentou 0,3% em relação aos valores vigentes em dezembro de 2013, de acordo com pesquisa mensal realizada pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação). Na comparação com os últimos 12 meses, a alta das locações atingiu 9,3%, variação superior ao IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) acumulado no período, de 5,7%.

Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Clique aqui e cadastre-se

“A expectativa é que o comportamento dos valores de locação contratados tenderão a se aproximar e acompanhar a evolução do IGP-M”, diz Walter Cardoso, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP.

As casas e os apartamentos de dois dormitórios foram os que mais registraram acréscimo de preço em janeiro, de 0,6%. O valor de locação das unidades de três quartos teve pequeno aumento de 0,2% e o das moradias de um quarto ficou estabilizado.

Gráfico mostra variação do valor nos últimos 12 meses (Arte: Secovi-SP)
Gráfico mostra variação do valor nos últimos 12 meses (Arte: Secovi-SP)

Na negociação, o fiador foi usado em 48% dos imóveis locados. O depósito de até três aluguéis foi utilizado em 32%, enquanto o seguro-fiança foi usado em 20% dos casos.

Em janeiro, as casas vagas foram ocupadas mais rapidamente do que os apartamentos. Elas foram escoadas num prazo médio entre 15 e 36 dias. Nos apartamentos, o IVL (Índice de Velocidade de Locação), que mede em número de dias quanto tempo se leva até a assinatura do contrato, variou de 20 a 41 dias em média.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.