22/09/2010

Aluguel sobe até 18,19% em São Paulo

Fonte: Jornal da Tarde

Alugar um imóvel na capital paulista está até 18,19% mais caro, de acordo com estudo do Sindicato da Habitação (Secovi-SP), que leva em consideração o valor do metro quadrado de agosto de 2010 em comparação com o mesmo mês do ano passado. A maior alta foi registrada nos contratos de locação de imóveis de dois dormitórios, localizados na zona oeste A, que abrange bairros como Pompeia e Pinheiros, seguido por residências de um dormitório na região central, com alta de 15,06%.

Segundo o consultor em locação do Secovi–SP, Cícero Yagi, a valorização do metro quadrado deve-se principalmente à maior procura. “Com o aquecimento da economia, as pessoas estão com salários melhores, o que permite a elas procurar locais mais próximos de seus trabalhos ou da escola dos filhos”, diz. “Além disso, a oferta não está acompanhando a demanda.”

O aluguel na cidade de São Paulo corresponde a aproximadamente 0,7% do valor do imóvel. Em regiões mais valorizadas, esse porcentual pode ser maior. “É possível que chegue até a 1,2% do preço do imóvel em regiões da zona oeste, por exemplo. E quanto menor for o apartamento, maior é a porcentagem”, explica o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-SP), José Augusto Viana Neto.

Viver próximo ao trabalho motivou o analista de sistemas Silvio Donegá a mudar-se há quatro meses para Pinheiros, na zona oeste. Ele optou por uma moradia menor (de dois dormitórios), teve dificuldade para achá-la e ainda paga mais pela locação. “Morava em um apartamento de três quartos na Vila Mariana. Acho que o aluguel aqui é 15% mais caro”, diz. Ele conta que enfrentou uma fila de espera pelo imóvel ideal.

A tendência, garantem especialistas, é que o valor suba ainda mais. “Os reajustes mensais no valor do metro quadrado têm sido acima de dois dígitos. Como não há reposição para esses imóveis no mercado, a tendência é que o preço só aumente”, afirma o professor do curso de pós-graduação em negócios imobiliários da Faap, Guilherme Ribeiro.

Segundo José Viana, do Creci–SP, além de pagar mais, quem busca um imóvel para alugar terá dificuldades para encontrar unidades disponíveis. “Ficamos muitos anos sem imóveis para locação, principalmente os menores. Quem pretende se mudar agora só irá achar aluguéis caros.”

Para Yagi, do Secovi–SP, apesar da tendência de alta, o ritmo deve desacelerar. “O aluguel hoje está em média 12% mais caro em relação a agosto de 2009. Em dezembro, a expectativa é de que o crescimento fique na faixa dos 9%, se comparado com o mesmo mês do ano passado”, estima.

LEIA MAIS:

Número de locações comerciais cresce 16%

Secovi discute mudanças na Lei do Inquilinato

Ações locatícias crescem 21,3% em julho

1 Comentário

  1. Gostaria de saber quanto esta o metro quadrado na Vila Mariana para um imóvel de 300 metros quadrados?Atenciosamente grato.Sérgio Luiz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.