14/05/2014

Ambiente da Casa Cor SC retoma na arquitetura a antiga referência do médico de família

Ambiente da Casa Cor SC retoma na arquitetura a antiga referência do médico de família

Fonte: Revista do ZAP

Espaço “Bem Estar Bem” traz o clima de sala de estar para o consultório e instiga a proximidade entre o profissional da saúde e o paciente

Uma sala que pode ser de uma casa, com mobiliário confortável, cores e obras de arte. Pouco lembra os consultórios convencionais. As arquitetas Katia Véras e Suami Pedrollo usaram esse artifício para tornar a relação entre médico e paciente mais leve e próxima no ambiente “Bem Estar Bem”, nesta edição da Mostra Casa Cor Santa Catarina 2014, em Itajaí. “Antigamente, a família tinha o médico de confiança , que conhecia você, conhecia o seu processo. O consultório que idealizamos tem base nessas qualidades”, explicam as profissionais.

Com configuração de uma sala de estar numa área de 52 m², o consultório comporta sete estações – recepção, sala de atendimento, sala de exames, copa, banheiro, vestiário, biblioteca e espaço de procedimentos médicos, projetado dentro das exigências técnicas e sanitárias. “Nessa última área, selecionamos materiais apropriados de acordo com as normas da Anvisa, como o piso vinílico, bancadas em silestone, marcenaria fixa, pensando em ergonomia e conforto. Incluímos uma novidade do mercado, a maca automática”, comenta a dupla. O projeto luminotécnico, por sua vez, utiliza luminárias eficientes e econômicas, aliando funcionalidade e conforto.
 

consultório-médico-paciente

 


O ambiente deixa clara a intenção defendida pelas arquitetas: “a ideia é que o paciente se sinta em sua própria sala de estar. Por isso, suprimimos a divisão de áreas – como a mesa de trabalho, que foi eliminada –, além dos móveis que têm a função de demarcar os espaços de relação. A disposição do mobiliário foi pensada de forma mais solta, o que proporciona um diálogo mais aberto, horizontal, direto e generoso”, exemplifica Katia.

O clima de sala de estar chama para um estado de conversa mais longo – é um ambiente para ser visitado com mais frequência. “Este projeto cria uma relação mais duradoura entre ambas as partes, de aprofundamento da história de vida do paciente, não um capítulo isolado que trata somente de algum problema específico”, complementa Suami.

consultório-médico-paciente

As obras de arte do artista plástico Nelson Teixeira, fotos de Ricardo Braescher e uma paleta de cores inspirada na natureza morta do artista italiano Giorgio Morandi ganham destaque no ambiente. Na parte externa, a dinâmica segue a proposta de uma casa, com um deck e uma área verde do boulevard circundando a fachada leste do consultório.

consultório-médico-paciente

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.