22/10/2014

Ambientes monocromáticos: opção chique e atemporal para não errar na decoração

Ambientes monocromáticos: opção chique e atemporal para não errar na decoração

Fonte: Revista do ZAP

Utilizar tonalidades de forma contínua também estende a sensação de amplitude nos espaços

A hora de escolher as cores e os acabamentos do imóvel é sempre a mais complicada quando se planeja a decoração. Também é a etapa em que, muitas vezes, os proprietários cometem equívocos, pois acabam escolhendo tonalidades que não combinam entre si ou mesclando diversos estilos em um único ambiente. Uma grande dica para evitar esses problemas é abusar de espaços monocromáticos.

ambiente branco

Foto: int2architecture

A continuidade visual causada pela utilização das mesmas tonalidades é muito interessante para espaços pequenos, pois amplia as superfícies e, consequentemente, a sensação de espaço. Já a divisão desses planos com diversas cores e elementos gera o efeito oposto: ambientes que parecem ainda menores. Além disso, espaços monocromáticos são clássicos e nunca saem de moda, pois dificilmente os proprietários se cansam.

Dentre as tonalidades, destaco a eterna combinação de branco e preto. Para trazer aconchego e calor, sugiro mesclar essas cores com acabamentos e detalhes em madeira. Não à toa, essa composição é base de todo o design escandinavo – mundialmente utilizado como inspiração para projetos de interiores. Ou seja, não tem erro!

estante-livros

Projeto: Anna Mårselius | Foto: Kristofer Johnsson

Além de todas essas vantagens, ambientes monocromáticos são uma ótima base neutra para a exposição de itens de decoração, como fotografias e quadros, bibliotecas e coleções.  Neste exemplo que compartilho com vocês, vemos que o destaque fica para os livros expostos, organizados em degradê de cores.  Essa é outra dica divertida para quem gosta de organização: separar os itens por tonalidades e abusar da criatividade para posicionar todos eles.

Vocês devem se lembrar de que, há alguns anos, a moda era escolher uma parede para ser pintada com uma cor forte, em contraste com as demais, em tonalidades mais neutras. Esse artifício foi muito utilizado, mas, hoje em dia, não é considerado uma tendência. Pelo contrário, é uma opção bastante desaconselhada devido a todos os motivos que citei anteriormente.

Se você quiser destacar um ambiente especial, a dica é escolher uma tonalidade e pintar todas as paredes com essa cor – olhem que lindo o efeito no lavabo abaixo proposto pelo arquiteto Lucas Jimeno. Como a cor será bastante visualizada, minha sugestão é escolher uma cor marcante, mas, ao mesmo tempo, neutra, como azul-marinho, cinza escuro, bordô… Cores muito claras ou neons devem ser evitados, pois causam bastante cansaço visual.

monocromático

Foto: Ruben Ortiz

colunista-andrya kohlmann

busca-imóvel-pense vender-imóvel-pense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.