12/08/2013

Apartamento no Leblon vale 70 carros populares ou mais de 200 TVs

O preço médio do metro quadrado no famoso bairro carioca chegou a R$ 22.234 mil em julho de 2013, alta de 0,8% em relação a junho, como mostra o FipeZap

Fonte: ZAP Imóveis

O sonho de morar de frente para a praia em um bairro como o Leblon, no Rio de Janeiro, custa tão caro que, às vezes, não se tem a noção do que realmente vale uma opção de compra como esta.

Bairro carioca valoriza 23% em um ano

A aquisição de um imóvel médio no metro quadrado mais valioso do Brasil pode equivaler, por exemplo, a 70 carros populares ou mais de 200 televisores de última geração.

Arte: Kayo Ferreira

Isso porque o preço médio do metro quadrado no famoso bairro carioca chegou a R$ 22.234 mil em julho de 2013, alta de 0,8% em relação a junho, como mostram os dados do FipeZap divulgados na última semana.

E, de acordo com cálculos do ZAP Imóveis, um apartamento de 70 metros quadrados no Leblon, atualmente, custaria ao comprador cerca de R$ 1.556.380 milhão.

Com esta quantia, seria possível comprar 70 Mille Fire Economy 1.0 flex, com duas portas, ano 2013, que tem preço unitário a R$ 22.230,00, segundo a Fiat. Ou 235 TVs de Plasma 3D, com 60 polegadas Full HD 4 Hdmi Pentouch e conversor digital da LG, que sai por R$ 6.599,98 cada.

Em vez de comprar este imóvel, também seria possível adquirir até 4.753 cestas básicas em São Paulo, onde se pratica o maior valor do país: R$ 327,44 cada uma, de acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

Segundo o coordenador do Índice FipeZap, Eduardo Zylberstajn, o Leblon é um bairro pequeno no qual não existe mais áreas ou terrenos para se construir novos empreendimentos. Por isso, a valorização tão alta.

Apartamento no Leblon vale 70 carros populares ou mais de 200 TVs
A distância nos preços anunciados no Leblon supera os 1.000% em relação a um imóvel na Pavuna, onde são cobrados R$ 1.952 por metro quadrado (Foto: Banco de Imagens / Think Stock)

“Além disso, os preços altos no Leblon é um tradicionalismo. Há um público próprio que compra imóveis ali. É uma população bairrista, que nasceu, cresceu e vai morrer naquele lugar”, completa o consultor imobiliário Alex Strotbek.

A distância nos preços anunciados no Leblon supera os 1.000% em relação a um imóvel na Pavuna, onde são cobrados R$ 1.952 por metro quadrado, a menor média do município do Rio de Janeiro. Uma diferença de 11 vezes nos valores.

Porém, é possível encontrar imóveis um pouco mais barato dentro do próprio bairro do Leblon, indica Strotbek.

“De frente para a praia, há imóveis de até R$ 60 milhões. Então, esses negócios influenciam na média dos preços praticados naquela região. Mas, com exceção da orla, é possível encontrar, nas ruas situadas no interior do bairro, o metro quadrado valendo entre R$ 16 mil a R$ 18 mil”, aponta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.