28/04/2006

Apenas 43% dos recursos do FGTS são investidos em imóveis novos

Fonte: Editoria Zap

Placar da habitação, da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), traz novos dados referente ao primeiro trimestre do ano e mostra que no período de janeiro a março, apenas 43% dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foram investidos na construção de novas moradias de interesse social. A maior parte dos recursos – 57% – foi usada para financiar a compra de imóveis usados e cestas de material de construção (reformas).

O estudo tem como objetivo acompanhar o fluxo de recursos destinados ao financiamento da habitação no Brasil, traz informações sobre os investimentos do governo e dos agentes privados no setor de habitação.

Segundo o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) – entidade responsável pela elaboração da pesquisa -, Paulo Safady Simão, o déficit habitacional só será reduzido quando os recursos destinados à habitação de interesse social forem aplicados prioritariamente na aquisição ou construção de novas unidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.