25/01/2008

Aposta em estandes milionários

Fonte: Jornal da Tarde

Com empreendimentos maiores, incorporadoras investem cada vez mais nos pontos-de-venda

Se ao pensar em um estande de vendas de um imóvel você imagina um quarto acanhado na frente de um terreno, com maquete e planta dos imóveis e um par de vendedores é porque você não tem andado para conhecer os novos
lançamentos imobiliários na Grande São Paulo.

Marcos FernandesZap o especialista em imóveisPaisagismo elaborado do terreno do empreendimento Sítio Anhangüera, da incorporadora Agra, onde serão construídas cinco torres de prédios residenciais ao lado da Rodovia Anhangüera

 

 

 

 

 

 

 

Apartamentos decorados, paisagismo, construção de praças, espelhos d’água, animais e até uma Ferrari estacionada na garagem são alguns dos artifícios das incorporadoras para atrair os clientes. “Se você não investir no lançamento, você está fora do mercado”, diz Cristina Lacerda, diretora de planejamento da incorporadora Yuny, que investiu R$2 milhões no estande do empreendimento Enseada das Orquídeas, em Santos. O estande foi caro porque, além dos apartamentos decorados, foi integrado ao bosque de Mata Atlântica que fica dentro do terreno, área que será preservada e servirá como vista de metade dos apartamentos (a outra metade tem vista para o mar).

A tendência da grandiosidade dos estandes é reflexo do tamanho crescente dos empreendimentos: terrenos enormes com várias torres e centenas de unidades. Isto porque além de ter que atrair um número maior de compradores, o dinheiro disponível para investir no lançamento é maior. “A verba para o lançamento é proporcional ao VGV do empreendimento”,
explica Cristina.

O VGV, ou ‘valor geral de venda’, nada mais é do que a soma do preço dos imóveis, ou o faturamento da incorporadora. “Um empreendimento com VGV de menos de R$ 40 milhões já não comporta um apartamento decorado”, completa.

Com mais dinheiro e tendo que enfrentar a concorrência do setor, os estandes de venda sofreram uma transformação enorme nos últimos cinco anos. “Há pouco tempo, apenas alguns empreendimentos tinham apartamentos decorados,
hoje é essencial em um grande lançamento”, explica Carlos
Kapudjian, diretor de Atendimento da Lopes.

A sofisticação dos estandes cresce exponencialmente, segundo
Kapudjian. E o mais curioso é que o modelo de venda não foi inspirado em nenhum exemplo praticado em outro país,
é uma peculiaridade do mercado brasileiro.

“Essa tendência se  desenvolveu aqui porque o brasileiro compra muito imóvel na planta. Precisávamos ter o que mostrar”, explica Eduardo Telles, diretor comercial da Agra
Incorporadora.

Passeio para o fim de semana

Mega-estandes se espalham pela Grande São Paulo e Baixada
Santista. Conheça alguns:

Sítio Anhanguera
O estande do empreendimento em terreno de 78 mil m ² foi feito para criar a atmosfera de sítio do local. Parte da estrutura que foi construída vai ficar permanentemente.
www.agra.com.br

Central Park Prime 
O estande fica noTatuapé et em até o box de garagem decorado. O box fica no nível inferior ao dos apartamentos decorados. A visita é guiada e um manobrista entrega o carro do cliente. www.lopes.com.br

Vista Golf
Realização de eventos a cada quinzena no empreendimento
que fica próximo ao Golf Clube Santo Amaro. Degustação de
produtos (chocolate, por exemplo) ou distribuição de brindes. www.lopes.com.br

Milano Club 
Uma antiga fábrica ocupava o terreno do empreendimento, na
Vila Carrão, quer ecebeu calçamento, paisagismo e espelho d’água – que será substituído por um permanente
www.yuny.com.br

Enseadas das Orquídeas
O estande do empreendimento de Santos foi construído em local privilegiado, com vista para o bosque e para o mar. A cozinha gourmet do decorado funciona, e chefs renomados cozinham para os visitantes. www.yuny.com.br

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.