08/01/2010

Área alagada terá IPTU maior

Fonte: O Estado de S. Paulo

Reajuste no valor venal chegará em alguns casos a 112%

Projeto foi aprovado ano passado pela Câmara Municipal (Foto: Divulgação)
Projeto foi aprovado ano passado pela Câmara Municipal (Foto: Divulgação)

Pontos de maior incidência de alagamentos da capital não vão escapar do aumento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em 2010 – que terá teto de 30% para imóveis residenciais e de 45% para não residenciais. O projeto aprovado terça-feira pela Câmara Municipal prevê reajustes de até 112% no valor venal (base do imposto) das três áreas paulistanas que mais sofrem com as chuvas, nas Avenidas Radial Leste, Interlagos e Eusébio Matoso. Essa última voltou a alagar em dezembro.

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), esses pontos alagaram em todas as épocas de chuvas intensas desde 2002. Isso significa que ficaram cheios d”água pelo menos quatro vezes em cada período de chuvas. Mesmo assim, a Prefeitura considera que houve valorização expressiva de terrenos.

Os imóveis danificados por enchentes e alagamentos podem ter isenção ou redução do IPTU no ano seguinte ao da inundação. Mas a restituição está limitada a R$ 20 mil anuais por imóvel. O benefício pode ser concedido aos proprietários que tiveram danos no imóvel, nas instalações elétricas ou hidráulicas, alimentos, móveis e eletrodomésticos. Ou seja, apesar dos prejuízos e dos transtornos, alagamentos de vias, por si só, não garantem isenção.

Na Eusébio Matoso, em Pinheiros, zona oeste, a maior alta foi na quadra 55, que fica na confluência com a Praça Jorge Lima. Nesse local, o m² passou de R$ 358,4 para R$ 759 – um reajuste de 112%. Na Interlagos, na zona sul, o valor do m² na quadra 408 passará de R$ 277,50 para R$ 421, um reajuste de 52%. Já na Radial, o ponto que mais sofre alagamentos terá correção de 39%. O m² na quadra 55 passará de R$ 335,90 para R$ 574.

Para o diretor de estudos especiais da Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio (Embraesp), Luiz Paulo Pompéia, o aumento do imposto em áreas afetadas pelas chuvas é equivocado. “Se de fato há enchentes nos locais, o reajuste é um erro. Em casos como esses deve ser discutida a isenção.”

O pedido deve ser feito à subprefeitura, que é responsável pela identificação das enchentes e dos imóveis afetados. “Se tiver equívocos e distorções, serão corrigidos”, adiantou o prefeito Gilberto Kassab, anteontem, durante o discurso de inauguração do Centro de Educação Infantil do Cangaíba.

70 Comentários

  1. Parece ficção. Exatamente os mais prejudicados com a incompetencia e descasos das autoridades serão penalizados. O povo precisa urgentemente assumir o controle de seu destino retirando pessoas desequilibradas e mal intencionadas como os atuais administradores da capital paulistano, sob pena de, não tomando uma atitude nas eleições desse ano, ver esse bando perpetuar-se na cidade.

  2. Que vergonha! Sou curitibano, mas sinto que a maioria dos políticos brasileiros não sabem o que estão fazendo. Imposto pra que, se os problemas não são resolvidos! Aí só sabem colocar a culpa na população, que com o lixo entope bueiros, canais, etc… Mas se as pessoas devem ter consiência, os políticos devem saber que estão no poder para resolver problemas, aí sim cobrar da população.

  3. Eu acho que a cobrança de IPTU, deveria prosseguir normalmente, independente de áreas alagadas ou não. Cabe ao cidadão que sofreu prejuízo em decorrencia das enchentes, relatar o caso junto a prefeitura, notificando o fato por escrito e o fiscal da prefeitura deveria vistoriar o local avaliando o valor do dano e as possíveis tendências de alagamentos futuros e definir se o caso merece isenção ou cobrança do IPTU, resolvendo caso a caso e não por área afetada.

  4. É um absurdo. A transferência de responsabilidade por parte do poder público para os habitantes da cidade é um absurdo, ainda mais porque nós que elegemos parte desse poder público. Até quando iremos fazer isso com nós mesmos. É um absurdo esse aumento, se não há políticas para que essas áreas não tenham mais esses problemas.

  5. so assim que nosso prefeito paga as divida e o almento do servidor publico no comesso deste ano incopetencia,depois ate o dia 15 de janeiro ele ja respira melhor porque estes imposto ja recebido sobra nos cofres publicos,e uma vergonha.

  6. É essa Turma que querem governar o País, (PSDB e DEMO-PFL), eu acompanho governo FHC e governo Lula, essa turma tenta convencer a populção que o gov. Lula tem aumentado os impostos, que é uma tremenda mentira, engodo, de dois Senadores, José Agripino,(DEMO)e Alvaro Dias (PSDB), que vão a tribuna querendo confundir a população brasileira, o aumento da arrecadação no governo Lula só aconteceu devido a regorosa fiscalização, envolvendo Ministério Publico e Policia Federal, essa turma foi que criou o Segundo Mandato, o Mensalão (Eduardo Azeredo MG), Dossiês (Cartão Corporativos), que de um banco de dados tiraram, que estava disponivel a todos os Parlamentares, tiraram um pedaço, para transforma-lo num documento incriminando a Ministra Dilma, o caso do caseiro, caso Lina, em fim essa turma é que quer Governar o Brasil, e com as caras mais sinicas tentam dizer que tudo o estar ai feito pelo Governo Lula foi ele que fizeram, é de não acretitar a cara de pau dessa Turma, e com o apoio da Imprensa, que no começo do governo Lula tentaram dar o golpe no Presidente eleito democraticamnete pelo Povo Brasileiro, População de S.Paulo, tenham cuidado com os vendilhões da Pátria, PSDB e DEMO-PFL, vejam ladroagem em Brasília, aquilo não é ajuda para campanha, que até se admite, aquilo e roubo mesmo, da onde ele vem? PFL, escondido com um novo nome DEMO, Privatizações da VALE, sem palavras!

  7. Não se pode confiar em uma notícia com tanos erros. Será que um jornalista que não sabe escrever é capaz de fazer algo que valha a pena ser lido? Por favor, poupe os leitores de tal perda de tempo, pois o assunto é sério e deve ser tratado com competência.

  8. Isso é uma vergonha mesmo, como podem achar que houve valorização em terrenos e casas que foram lagados e que ainda estão assim até hoje? Isso é conversa pra boi dormir! Pq não cobram esse reajuste do bolso dos vereadores que aprovaram esse aumento, pois eles sem dúvida têm onde dormir bem e sequinhos, eles não precisam se preocupar quando olham para o céu e vêm que vai chovar, não precisam se preocupar com os filhos se irão pegar doenças transmitidas com a água suja, pois seus filhos não precisar andar por elas, seus filhos têm não moram em bairro que corre o risco de alagamento e nem precisam caminhar para a escola, eles têm carro!Qual discupa a ser dada a essas pessoas? Essas pessoas não moram em favelas, elas compraram seus terrenos e construíram dignamente os seus sonhos alí! O mínimo que a Prefeitura deveria fazer, era nem pensar em cobrar IPTU dessas pessoas este ano!!! Se eles quizessem viver na água suja, não teriam comprado seus terrenos, suas casas neste local e sim teriam construido um barco e viveriam navegando pelo Tietê, acho que a realidade seria a mesma!Sei que os problemas de alagamento não vieram agora, que eles existem m São Paulo a muito tempo, mas o mínimo que a Prefeitura deveria fazer a essas pessoas é ter um pouco de consideração, pois como podem achar que este lugar é valorizado? Quem compraria a casa de uma dessas pessoas, será que algum vereador tem essa pretenção? Se tem, por favor se manifeste! Eu não compraria de forma alguma, pois não sou peixe, e mesmo que fosse não sobreviveria em água suja!Por favor políticos, inventem outra porque essa não colou, esse tipo de comentário é irritante, pois vocês subestimam a inteligência do povo!

  9. ta bom entao,geralmente as areas alagadas sao regioes pobres,com pessoas de baixa renda,que sofrem para conseguir uma casinha, ai vem a agua e destroi tudo,porque sera ne,pela falta de organiçao e distribuiçao de dinheiro publico,os politicos com mensalao,viagens pagas por nos,restaurantes caros,hoteis caros,carroes do ano,tudo com nosso dinheiro,ai ao enves de tirarem as mordomias desses politicos que nao fazem nada por nos na maioria das vezes,eles se reunem numa cupula ,sem a presença do povo,e decidem,bom as areas alagadas precisam de mais investimentos,ai eles pensam,ta de onde vamos tirar:bom que tal deixar de viajar naquele jatinho,ou deixar de comer naquele restaurante caro,ou do salao de beleza caro da minha mulher mantido pelo povo,,nao ,,nao,,nao!!! vamos aumentar mais os impostos vamo tira do povo mesmo,afinal e eles que nos paga todo o conforto mesmo,nao da nada pagar mais um pouco,entao gente, e por ai,,coitado da populaçao,que paga por tudo e por todos,e ainda vao arranca mais ainda,tinham e que criar vergonha esses politicos e prefeitos e governadores e porque nao o presidente da republica,,e distribuir melhor o dinheiro arrecaddo e fazer mais pelo povo e nao tirar mais e mais,manda esses politicos folgados trabalhar que nem nos de sol a sol pra ver se nao morrem de fome,pois nao sabem trabalhar so sabem e se folgar em cima do dinheiro publico,salvo os bons politicos e que sao poucos….inconformado:ass: Silavano Cowboy.. e vo fica sem cavalo devido aos impostos altos em cima das raçoes e fretes(combustiveis))affff,,chega,nao da mais…..

  10. Isso é o que nós “seres humanos” oferecemos uns aos outros… As pessoas que mais sofrem com a chuva agora terão seus impostos elevados e quanto à isenção, ela poderá ocorrer, se é que de fato ocorrerá, no ano seguinte ao da inundação! Ou seja, as pessoas tiveram seus imóveis, móveis, roupas, os próprios alimentos perdidos pela inundação e elas poderão talvez ter descontos no ano seguinte? É isso?

  11. Isto é um absurdo, que o prefeito eleito pelo voto popular, não tenha sensibilidade. Embora perdendo tudo, tendo grande prejuizo, financeiro e moral, ainda assim, serão penalizados com uma carga tributaria sem a minimo sentimento.Parabens prefeito o Sr. esta provando que, quem sobe ao poder não se importa com as pessoas. É lamentavel que na hora de pedir votos são capazes até mesmo de chorar e jurar falsamente, depois ao assentar na cadeira do poder, param de pensar nas pessoas, mas terão que voltar as ruas para pedir o voto novamente.Minha indgnação Prof. Luiz

  12. O ideal seria um aumento de 500%, pois evitaria que a turma construíssem no local e aí sim, os barrigudinhos e os sapos teriam de volta seu habitat

  13. Até nisso o povo sofre.Além de passar maus bocados numa enchente,perder tudo,arriscado perder até mesmo a vida,ainda vai ter de pagar mais sobre IPTU(Imposto Pago sobre Teto Umido).Desculpem a brincadeira,sei que foi de mau gosto,mas esse aumento,foi mto mais.

  14. É um verdadeiro absurdo ….além do cara ter que passar o ano todo pagando por novos móveis, e rezando pra natureza ter dó deles ainda vão ter que pagar mais pra inconpetente da prefeitura …isso é ofensivo e definitivamente uma falta de respeito …..essas pessoas passam boa parte do ano embaixo d”água e ainda vão ter que pagar mais por serviços mal prestados ….é o fim do mundo …

  15. Kassab e Serra – essa dupla só sabe aumentar imposto enquanto o paulistano sofre enchentes, congestionamentos e fica soterradas nas obras malfeitas. E pensar que Serra tem a pretenção de se tornar presidente. Jamais votarei nele.

  16. Ridiculo .. aumento do iptu para esse tipo de aprovação na camara os deputados e vereados e demais envolvidos nao pensam duas vezes em assaltar o bolso dos pobres, resolver os problemas atuais enchentes nem pensar né…. meu povo vamos abrir os olhos Brasil e o pais que mais paga IMPOSTOS …… estamossendo ROUBADOS NA CARA LARGA

  17. Certa vêz ouvi dizer: precisamos mudar a capital de São Paulopara Brotas. Só ficou a idéia,a qual,na minha opinião foi a melhor de todas.Paulistanos,não permitam o reajuste,seja pobre,ou rico.

  18. Não sou vítima de enchente, mas acho que nesse caso, nós enquanto população deveríamos ser solidários, e sair às ruas para cobrar uma atitude decente dessa preefeitura. Sempre que acontece algum evento desse tipo, nossos governantes apelam para a pior e mais cômoda das soluções: aumento de impostos. Aonde estão as verbas já arrecadadas e que deveriam ter sido usadas para prevenir situações dessa natureza????? Temos que pagar quantas vezes pelo mesmo “benefício”?

  19. Essa é a melhor resposta para solucionar o problema?Grande idéia. Assim dá pra comprar aquele helicoptero lindo final do ano… BRASIL É UMA VERGONHA! PAÍS DE MERDA! DE FARSISTAS!!!!!

  20. É o presente que o DEMO derá a quem teve sua casa inundada e perdeu todos o móveis e eletrodomésticos. Votem nele novamente.

  21. Somente no brasil com estes nossos politico acontece o enexplicavel aumentar IPTU onde naõ houve obras contra enchenteso cidadaõ perde tudo por falta de atençaõ e o prefeito ainda acha que deve aumentar o iptu para estes coitados ´emelhor a prefeitura comprar logo um jasigo para cada uma destas pessoas. parabens nobres politicos brasileiro , cuidao as eleições estãochegando, quem sabe voç~es vaõ terminar morando nestas areas

  22. Os estragos causados pelos recentes alagamentos da estação afetaram duramente até mesmo as minúsculas cidades do interior. As intervenções que visam solucionar o mesmo mal, na capital paulista, são comparativamente mais caras, ineficazes e muitas vezes socialmente inviáveis. Já está passando da hora de nossos urbanistas/arquitetos pesarem a possibilidade da mudança da capital de São Paulo para o interior do Estado.Mas não se choquem: São Paulo NÃO iria perder sua majestade e história.Com uma nova distribuição populacional, as intervenções que seriam empregadas na reurbanização da “antiga capital” – proporcionaria ao contribuinte paulistano um trânsito diário menos caótico e a segurança pública mais eficiente.Aí sim, teríamos impostos – dentre eles o IPTU – mais condizentes ao que o poder público vem oferecendo à explorada população paulistana.

  23. Todos sabemos q áreas q sofrem enchentes tendem a desvalorizar, apesar das enchentes serem fruto de “excesso de chuvas e fatalidade” (palavras de nosso prefeito). Será que ele pretende um dia se candidatar a mais alguma coisa? Então acho bom começar a pensar no povo. Nenhum governante faz isso, caso contrário metade do problema dos alagamentos já estaria resolvido, mas acho q ele já está se excedendo! Aliás. como que na Pompeia resolveram? (nada contra quem mora lá, mas há q se pensar)

  24. Cade o espetáculo do desenvolvimento prometido por um tal presidende de um certo País, voces se lembram da tal promessa??? é nisso que deu é nisso que dá e dará.

  25. Não dá para aceitar que os moradores que sofreram com as enchentes, agravadas na maioria das vezes, pelo descaso do poder público, tenham que arcar com mais esse prejuízo. Será que não bastam os danos das enchentes, senhor prefeito e senhores vereadores?Para mim, isso É UMA VERGONHA!

  26. Que bom se os governates tivesse mais descencia e respeito pela população. Mais é assim mesmo, cada qual da o que tem! Como esperar respeito e complacência de quem não tem! Com eles é o seguinte: Deus para eles e diabo para o resto, especialmente os alagados. O que eles gostariam de dezer mesmo para os alagados, é que eles desaparecessem todos. Como não desapareceram, vão pagar o preço por ser resistente as enchetes. Por enquanto 112% no IPTU e não reclame.

  27. Nem moro em São Paulo, mas é um absurdo sem tamanho ter aumento no IPTU em áreas em que o povo já tem outros tantos problemas com enchentes, deviam sim analisar e isentar aqueles que a cada ano tem este grande desconforto em suas vidas.

  28. Deverão ir a justiça para que o ESTADO ressarça os proprietários dos danos e conteste a valorização já que ao contrário estão mais desvalorizadas

  29. Mais um ano seremos afetados por aumentos, já subiu a tarifa dos Onibus, e o Metro acompanha o aumento (não entendo o que o Metro tem a haver com Onibus)e agora é o IPTU, não adianta sai politico entra politico e a “calda” continua a mesma, ” P O V O B R A S I L E I R O ” as próximas eleições estão pra chegar, vamos tirar quem não presta!!!! pensem nisso….

  30. Só no Brasil!!O cara tem que ser muito “criativo” para pensar que em se tratando de especulação imobiliaria uma area seria mais valorizada por ser atingida por alagamentos periódicos, esse deve estar pensando em férias num parque aquatico ou meramente ridicularizando o discernimento do brasileiro.

  31. É um absurdo como esses tecnocratas, dentro de seus escritórios climatizados, tomam tranquilamente tantas decisões infelizes para cada vez mais castigar a população.

  32. a muito tempo atraz, minha avó já dizia, minha filha este mundo, está virado de cabeça pra baixo! o que é certo, virou errado. eo que é errado virou certo.é muito triste a gente ter que engolir, estas imposiçoes, que nossos governantes nos impoe!!Sempre admirei o prefeito de São Paulo, e esta atitude dele veio contra tudo que, sempre achei dele, sempre achei que ele fosse correto, justo, e caridoso. tinha convicção, que caso ele viesse a ser candidato a governador, levaria meu voto. tenho que rever meus conceitos, e o Sr. cassab também.

  33. É um verdadeiro massacre com a pobre e sofrida população das áreas afetadas pelas enchentes. Como se não bastasse o terremoto, a prefeitura manda um tsunami para acabar de vez com os sobreviventes.Dereviam ser todos isentos. No entanto, são vitimados com mais essa calamidade…ABRAM O OLHO! ESSES ESCARNECEDORES SÃO VERDADEIRAS SANGUE-SUGAS.VOTEM NELES NOVAMENTE…

  34. Nao seria necessario os proprietarios solicitarem isencao de impostos se a prefeitura e o estado fizessem o seu trabalho corretamente e respeitando os direitos do contribuinte ou da populacao em geral.Eles sabem, atraves de mapeamentos, onde ficam e qual foi a gravidade das areas afetadas.Sao todos sinicos, corruptos e egoistas descarregando sobre os ombros do cidadao a responsabilidade de requerer ou nao a isencao dos impostos desconsiderando a lentidao e a falta de interesse dos setores publicos em resolver casos semelhantes.

  35. É interessante, se alagar pagar-se-á iptu mais caro. Deve ser ao contrário. Além de sofrer com alagamento, provávelmente por incompetência do poder público, pagarão a mais o iptu? é lasca. A maioria que sofre no alagamento em imóveis é com situação financeira simples. Que país é esse?

  36. Realmente o Sr. Prefeito tem razão, pois os moradores das areas afetados não pagaram a Sabesp pela agua utilizada.Há tambem um projeto em tramitação determinando que cada pessoa assaltada pague a prefeitura uma taxa de 15% do valor perdido no assalto,criando um fundo ESPERANDO GODOT a ser administrado pelo ramo culinário da família Kassab.

  37. ESSE KASSAB É DOIDO! NÃO HÁ LÓGICA NISSO!!! O POVO DEVERIA FORMAR UM PROTESTO E ATÉ MESMO ENTRAR NA JUSTIÇA!!!!

  38. É inadmissível em um país como o Brasil ainda estarmos sofrendo com problemas como este. Mas infelizmente o nosso povo também faz parte do grupo de responsabilidades. Vê-se que em muitos lugares, o próprio lixo, jogado sem preocupação pelas ruas, é o grande responsável pelas enchentes. O que falta ao país, é a disciplina e educação, pois se poderia fazer muito mais, prevenindo, do que tendo que recuperar áreas totalmente devastadas pelas chuvas.Governo e Povo unidos, se faria um país muito melhor.

  39. Que absurdo. As pessoas vivem em um lugar que constantemente sofre alagamento devido a incompetência do governo municipal e estadual (Serra/Kassab), que não fazem as obras necessárias para evitar os alagamentos e ainda por cima são “premiadas” com um aumento abusivo do IPTU, pois seus terrenos e casas VALORIZARAM. Isto é ridículo. Só mesmo em São Paulo para acontecer um absurdo destes.

  40. esses moradores deveriam se inspirar nas casas flutuantes do Pantanal/Amazonia.Assim,com as cheias,rumariam,junto com o Tietê,ao interior de São Paulo,alcançando melhor qualidade de vida e IPTU condizente com as condiçoes de habitabilidade.10/01/010-09:18

  41. O aumento de imposto predial urbano das prefeituras nunca é acompanhado na mesma proporção pela oferta ou melhora de serviço prestados pela prefeitura à população. Onde se encontra a democracia nesse sistema? Atingimos o patamar da Idade Média onde a pobreza era imensa e as taxas cobradas à população pelas “autoridade” eram imensas. A insatisfação é geral.

  42. O aumento do IPTU para as famílias lesadas com os efeitos devastadores das chuvas é simplesmente ultrajante. Seria como uma segunda “punição” para essas pessoas.

  43. Risos… Esta matéria era para ser lançada no dia 1º de abril né?!?!?!?! Desculpem-me, mas achei um absurdo isso!!! Sou curitibano e acompanho pela TV o sofrimento dos paulistanos todas as vezes que chove e o que vejo não são o bairros famosos e “chiquetérrimos” de São Paulo alagando! Não é a classe A (ou classe média alta) quem perde os móveis, automóveis e que vivem com a saúde em risco. Por favor paulistanos protestem, revoltem-se contra esse aumento absurdo. Contra essa irresponsabilidade social. Com certeza, se isso ocorrer o Kassab, o subprefeito desses locais e os secretários por isso são no mínimos irresponsáveis e não entendem nada de economia sustentável.

  44. Isso é um absurdo e prova mais uma vez a indiferença dos governantes aos problemas alheios. Essa indiferença parece cultural e eterna. Outros exemplos são castelos, mensalões, dinheiro na cueca, meia, orações, “perdões concedidos”(José Arruda), pedidos de desculpas. Concordem ou não, temos governantes medíocres, mas infelizmente, eleitos por nós mesmos.A impunidade permite que a situação continue inalterada, mas para que criar leis rigorosas, se estas não são cumpridas e quem as criam geralmente tem o “rabo preso”.

  45. Não deveria ser o contrário? A Prefeitura diminuindo o IPTU dos proprietários prejudicados pela desvalorização de seu imóvel? Ninguém me convence de valorização de imóvel que alaga a cada chuvarada….Bem, eu seria a primeira a procurar outro lugar para investir ou morar. Me expliquem isso, por favor, ou estou ficando imbecil?

  46. A Prefeitura é responsável por não evitar os alagamentos; os proprietários prejudicados deveriam ser ressarcidos pela administração do município e não ser penalizados com aumento de IPTU. Como pode ser valorizada uma região em que ninguém quer ter um imóvel? A Prefeitura que faça sua obrigação primeiro antes de castigar quem já sofre com as consequências do descaso – ou incompetência – do poder público paulistano.

  47. E assim caminha a vida dramatica do paulistano.De um lado um prefeito que só cobra impostos e de outro “cidadãos” que contribui com os lixos na rua facilitando enchentes. será que isso terá fim?

  48. Sou morador de Guaiba/RS, e sofri com alagamento provocado por chuvas em 24/l2/2009; embora tenham havidos muitas outras chuvas mais fortes que aquela, pela 1ª vez alagou todas as rua do bairro Columbia City; tivemos uma reunião com um assessor da Secretaria de Obras do Município, que deu como solução, que devemos REZAR para que não ocorram mais chuvas; se a solução está com Deus, então para que pagamos os impostos, inclusive IPTU para a Prefeitura? Minha sugestão é que todos os moradores e comerciantes atingidos por falta de estrutura das prefeituras, ajuizem ações de isenções, ou de depósitos judiciais do IPTU, até que as prefeituras comprovem que resolveram os problemas de alagamentos. Obrigado. Vidal.

  49. Concordo com o aumento dado a estas áreas de inundação. Acredito que com esse tipo de atitude a procura por imóvel nestas áreas irá diminuir. Seria interessante estudar um desconto no IPTU para as pessoas que contribuem com o aumento da área permeável em seus lotes, acima do mínimo estabelecido por lei.

  50. Infelizmente é assim , quem acaba pagando a conta é o povo , quando o certo era o governo dar um jeito nesta situação , e não aumentar ainda mais o IPTU,fica fácil dai e terá solução dúvido muito se até hoje não solucionaram , não é aumentando o imposto que vão solucionar. O aumento dos impostos tem outros destinos e todos sabem qual é.

  51. Esses nossos politicos são mesmo uns fanfarrões: Para ele administrar não é ter competencia em gerir recursos limitados equilibrando despesas com recusos disponíveis. Tá gastando muito para não fazer nada: aumenta o imposto.E os vereadores enxergando a possibilidade de participarem do bolo que eles ajudam a aumentar, junto com os “comptentes administradores”, só sabem dizer: aumente nossa cota que eu aprovo. Como é difícil administrar, hein?

  52. Fala sério, isso é piada ou é pegadinha da prefeitura? Quem já viu água de enchente valorizar imóvel? Só se for na praia. Ah! Descobri. Fala a verdade o Kassab vai construir um piscinão na área, não é?

  53. É evidente que o responsável pelas enchentes é o governo que durante dezenas de anos empurra o problema com a barriga, pois veja:- Sempre faltou, e ainda falta, educação eficiente da população quanto ao descarte ordenado do lixo. Caminhões inteiros de lixo e entulho são depositados em locais proibidos. Falta fiscalização (austera e sem propina!). O governo deveria aplicar multas pesadas aos infratores, forçando-os inclusive a removerem novamente os depósitos clandestinos, em vez de aumentar taxas!- As galerias pluviais são insuficientes e defasadas com o crescimento desordenado dessa pobre cidade. Prefere-se investir em obras eleitoreiras, já que as básicas não aparecem ao eleitor comum.- Qualquer um, sem moradia, ocupa terrenos acidentados, sem que haja uma fiscalização eficiente, ou até é incentivado a fazê-lo. Qual é a razão? Fins eleitoreiros dos governantes e senhores vereadores! Muito pelo contrário, ainda se ajuda, levando luz e água, permitindo “gatos” para roubar eletricidade, facilitando incêndios em favelas inteiras e provocando grandes prejuízos aos cofres públicos. – Obviamente, a contra-argumentação do governo é: os pobres não têm para onde ir. Tem sim! Ao redor da cidade. Mas para isso precisa de condições de transporte, DIGNOS de um cidadão sobrecarregado com impostos, bem como saneamento básico.- A ocupação der terrenos acidentados é um problema social. Se todo mundo teria recebido uma educação suficiente para garantir o sustento de sua família, essas ocupações desordenadas e emergenciais não aconteceriam. Em resumo, o problema também é social.- Porém, o ponto mais importante que todo mundo esquece (e os governantes não querem ver) é a OBRIGATORIEDADE DO VOTO no Brasil. Numa democracia correta, isso não existe. No Brasil, “graças” à obrigatoriedade do voto, os governantes manipulam 75% da população, ou seja, os pilantra se corruptos são reeleitos. Num país realmente democrático, o voto não é obrigatório. Vota apenas quem tem consciência. Em conseqüência disso, apenas os candidatos austeros e aptos são eleitos. E com isso mudará tudo para melhor. Apenas uma ressalva: o voto facultativo apenas funciona, se houver uma regulamentação e fiscalização severa sobre a propaganda política, proibindo qualquer tipo de suborno do eleitor e/ou palanques fora da época (e proibidas por lei!). Quem ganhará? O Brasil inteiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.