31/05/2012

Arena do Grêmio promete dar outra cara ao Humaitá e a outros bairros da zona norte de Porto Alegre

Arena do Grêmio promete dar outra cara ao Humaitá e a outros bairros da zona norte de Porto Alegre

Fonte: Revista do ZAP

Empresários e moradores apostam que o bairro planejado em torno da futura Arena do Grêmio terá o poder de redesenhar a região do extremo norte de Porto Alegre

Existe uma data para que o extremo norte de Porto Alegre, principal porta de entrada da capital gaúcha, ressurja com outra face: setembro de 2015. Será quando os prédios do bairro planejado em torno da futura Arena do Grêmio começarão a ser ocupados pelos moradores, e executivos engravatados tomarão espaço nas torres comerciais.

Divulgação

Empresários e moradores do Humaitá e bairros do entorno apostam que o megaempreendimento terá o poder de redesenhar a região, que há décadas sofre com ocupações irregulares, falta de saneamento e violência. Só o Liberdade, projeto da OAS com torres residenciais, comerciais e até um shopping center, tem movimentação estimada pelo mercado imobiliário ao redor de R$ 1 bilhão: R$ 530 milhões na venda de apartamentos, R$ 146 milhões com salas e quartos no hotel e um valor adicional com o aluguel de lojas.

“O efeito na região deve ser muito parecido com o que ocorreu nos bairros Passo D”Areia e Lindoia depois da chegada do Shopping Iguatemi, nos anos 80, quando houve uma explosão de investimentos comerciais e residenciais aos arredores”, projeta Paulo Garcia, presidente do Sindicato da Construção Civil no Rio Grande do Sul.

Projetos sociais e melhorias viárias iniciadas nos bairros Humaitá, Navegantes e Farrapos, além da perspectiva do novo bairro, já provocam efeito de valorização na área. Nos últimos cinco anos, o preço dos imóveis subiu 40% na região, conforme o sindicato da indústria imobiliária da capital (Secovi). Quando o bairro Liberdade for inaugurado, um apartamento recém-lançado no Humaitá custará o dobro do que custava em 2007, prevê o vice-presidente comercial da entidade, Gilberto Cabeda.

“Ainda há muitos terrenos livres e depósitos industriais subutilizados naquela região, que provavelmente se transformarão em prédios comerciais e torres de escritórios nos próximos 10 anos”, afirma Cabeda.

Nos últimos quatro anos, a Secretaria de Meio Ambiente de Porto Alegre licenciou 40 novos empreendimentos no Humaitá. Conforme corretores de imóveis, pelo menos cinco grande construtoras gaúchas e paulistas têm projetos no bairro. Dessas, apenas a Rossi, que já lançou um condomínio no bairro, admite os planos.

No radar do varejo
Além das construtoras, o varejo coloca a Zona Norte em seu radar. Em 2011, a Secretaria de Indústria e Comércio concedeu 96 alvarás para a atividade comercial no bairro Humaitá. Foi quase o dobro da emissão no ano anterior (53). E o ritmo continua forte, com 41 registros concedidos até maio deste ano.

“Muitos ainda são pequenos negócios, que nasceram para atender aos trabalhadores da Arena do Grêmio. Grandes empreendimentos devem chegar após a inauguração do Liberdade e à medida que os problemas na região sejam resolvidos”, afirma Gustavo Schifino, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas da capital gaúcha.

Pontualmente, emergem projetos que reforçam a perspectiva de dias melhores para os negócios na região. O supermercado Rissul inaugurado na Avenida Dom Pedro, bairro Humaitá, há dois anos, teve recebeu um tratamento visual especial e novo conceito de atendimento. O objetivo da rede foi iniciar por aquela unidade um novo modelo de negócio, de olho no potencial ascendente de vendas. “Já percebemos um aumento do nível de consumo na região”, afirma Toni Almeida, encarregado de loja.

Vem mais por aí. O shopping no bairro Liberdade deverá ser administrado por uma grande empresa que já esteja em atividade em Porto Alegre. Analistas apontam que os grupos Zaffari, Multiplan e Iguatemi estariam interessados em cravar bandeira no bairro planejado.

“Ainda há poucos investimentos de grandes redes varejistas na região, mas todos apostam que isso vai mudar nos próximos anos”, afirma Thômaz Nunnenkamp, diretor da Associação de Comerciantes do Humaitá e Navegantes.

 

Leia mais:
>> Imóveis à venda na zona norte de Porto Alegre
>> Veja imóveis à venda em Porto Alegre
>> Veja imóveis para locação em Porto Alegre
>> Anuncie seu imóvel no Pense Imóveis

Tags: destaques

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.