13/04/2007

‘Armazene’ seu investimento

Fonte: Jornal da Tarde

Galpões são boas opções para investir, pois empresas procuram locais para estoque e logística

Antônio Milena/AEZap o especialista em imóveisRodoanel: nova estrada valorizou áreas e atraiu novos galpões industriais

Em um cenário em que as linhas de financiamento imobiliário brotam a cada dia nas agências bancárias com uma série de facilidades para o cliente e a grande oferta de unidades à venda, não é de se espantar que haja uma queda nos preços dos imóveis residenciais. Por isso, quem investe no segmento precisa encontrar um nicho de bons lucros.

Tarefa difícil? “Não”, responde o diretor de vendas da consultoria Jones Lang LaSalle, Pedro Candreva. Existe um setor ainda pouco explorado, mas que vêm apresentando uma demanda grande e escassez de oferta: o mercado de galpões industriais.

De acordo com Candreva esse é um bom negócio para investir no setor imobiliário, já que existem muitas empresas que precisam de centros de distribuição – os antigos armazéns – em quase todas as regiões do país. “O mercado ainda é novo mas apresenta muita perspectiva de expansão nos próximos anos”, garante.

No Brasil há dez anos, a empresa presta consultoria e prevê serviços integrados a seus clientes além de gerenciamento de investimentos no setor imobiliário e aposta no setor de galpões industriais como uma das novas tendências para quem quer rentabilidade por longos períodos. “O Brasil tem um vasto território, e a maioria do transporte é feita via terrestre. Daí, a necessidade de centros de distribuição para armazenar as mercadorias próximos a grandes centros e das principais rodovias do país”, argumenta o diretor.

Para começar a investir nesse setor, entretanto, é importante que o interessado conte com uma empresa especializada que possa antever as necessidades do mercado para que o investimento seja certeiro. Quanto ao gasto inicial, Candreva diz que não é tão alto quanto parece ser. “Os imóveis podem ter de mil a 150 mil m², depende do local e para quem será alugado.”

O ponto principal no caso de construção de galpões deve ser a localização do imóvel. “Estar próximo de eixos viários é fundamental. E, diferentemente do que ocorria há uns cinco ou dez anos, esses imóveis não precisam mais ocupar as capitais e bairros centrais, mas sim regiões mais descentralizadas e de fácil acesso”, diz.

O diretor de vendas garante que os custos não são altos para erguer um imóvel desse porte. “O investidor tem medo de entrar em um mercado que ele não conhece, mas nesse caso não há surpresas”, garante.

O terreno tem de ser bem estudado antes da aquisição e não pode oferecer riscos de enchente, por exemplo, além de ter de ficar em uma região segura. Já os materiais necessários para a construção são os básicos, pois o imóvel terá apenas chão, quatro paredes e teto, dispensando os materiais de acabamento que são bem mais caros. Mas, o que realmente valoriza esse tipo de imóvel é a capacidade de armazenamento que ele oferece.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.