12/12/2019

Arquitetura Moderna: tudo o que você precisa saber

Estilo racional, movimento teve como ponto marcante o uso do concreto armado 

Fonte: ZAP em Casa

Se você admira os prédios cuidadosamente planejados de Brasília, sedes dos poderes, e curte as outras tantas obras de arte dsaudoso arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer, certamente é fã de Arquitetura Moderna, estilo dessas construções.

O movimento começou no século XX, com o objetivo de desprezar os adornos das antigas arquiteturas gótica e barroca, e usou o concreto armado como elemento marcante. Brasília, por exemplo, começou a ser desenvolvida em 1956.   

Arquitetura Moderna: tudo o que você precisa saber
Vista da Catedral Metropolitana de Brasília (Foto: Shutterstock)

O movimento modernista se expandiu em grandes obras urbanas até a década de 1980. Além do concreto, ferro e aço foram muito utilizados em projetos. São exemplos de construções a Catedral de Brasília (Niemeyer, 1958) e Edifício Copanem São Paulo (Niemeyer, 1951). A Arquitetura Moderna é usada até hoje, porém vem sendo incrementada pela Contemporânea, cujo foco é sustentabilidade. 

“A Arquitetura Moderna foi o desprendimento dos ornamentos clássicos, ela nasceu com a necessidade de reconstrução da Europa no período pós-guerra. Os arquitetos tinham a intenção de produzir uma arquitetura racional, sem enfeites”, diz a arquiteta Isabella Nalon. 

Para o arquiteto Gabriel Amaro, a Arquitetura Moderna trouxe novas formas e jeitos de construir. “Sua maior herança é a planta livre de alvenarias, pois a estrutura tornou-se independente, permitindo ambientes mais amplos e arejados”, explica ele. 

Ícones da arquitetura surgiram junto com o modernismo, detalha a arquiteta Karina Korn. “Com obras incríveis. Por exemplo, Le Corbusier foi um dos maiores arquitetos modernistas, e podemos ver em suas obras as características de uma Arquitetura Moderna – simplesmas não simplória. São linhas retas, formas geométricas”.  

Arquitetura moderna ainda hoje 

A casa moderna é pensada desde o início do projeto, do layout, das escolhas de acabamentos, para ser uma residência agradável e tornar a vida mais prática e funcional possível. “Ainda é muito usada hoje em dia. A Arquitetura Moderna escolhe linhas retas e formas puras, e passa a sensação agradável em quem usa o espaço, além de praticidade, afirma Karina.  

arquiteta Isabella Nalon ressalta que a arquitetura Contemporânea possui influências modernas. A diferença é que a Arquitetura Moderna era produzida como uma receita pronta para qualquer situação, uma das críticas ao movimento. Já a Contemporânea visa com mais intimidade a resolução dos problemas”. 

+ Encontre um novo imóvel para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.