21/10/2013

Arquitetura picante: bar temático explora o erotismo em cada detalhe da decoração

Arquitetura picante: bar temático explora o erotismo em cada detalhe da decoração

Fonte: Revista do ZAP

Papéis de parede com desenhos sugestivos, brinquedos eróticos, objetos e móveis criativos compõem os ambientes do Valentina Bar, em Porto Alegre

Criada na década de 60 pelo desenhista italiano Guido Crepax, a sexy e misteriosa Valentina dá nome ao bar temático de erotismo recentemente inaugurado em Porto Alegre, o Valentina Bar 18+. Com paredes revestidas de desenhos sugestivos, móveis customizados e brinquedos eróticos aplicados à decoração, a casa noturna transpira sensualidade e apresenta ambientes pra lá de provocativos.

valentina-bar-erótico-erotismo-porto

Um cortina de algemas faz a divisão entre dois lounges do bar

“Trazemos o sexo na forma de erotismo e sensualidade, exploramos o sexo como arte”, explica a arquiteta Renata Gaspar, que buscou inspiração em estabelecimentos do Red Light District, famoso bairro de Amsterdã. “Não encontramos aqui nenhuma referência de bar com tema erótico, temos referências apenas de lugares ligados ao sexo como um serviço”, justifica. O Valentina chega à capital gaúcha, portanto, para tentar desmistificar o tema e trazer uma experiência diferenciada aos clientes.

valentina-bar-erótico-erotismo-porto

A Valentina de Guido Crepax é representada pelas fotografias feitas por Alex Korolkovas e decoram as paredes de um dos lounges da casa noturna

 

Quando os sócios procuraram Renata para o projeto no sobrado da década de 50, já tinham bem claro o que estava descartado: qualquer referência ao estilo trazido pelos cabarés franceses. “Queríamos o lado street”, conta Maurício Alves, um dos donos do bar. A ideia era desenvolver um lugar recheado com a cultura indie porn, encontrada nas ruas de cidades como Londres, Nova York, Berlim, Amsterdã e Buenos Aires. Sendo assim, a escolha foi apostar em um piso de cimento queimado, fiação elétrica aparente, entre outros detalhes que trouxessem referência à proposta. “Escolhemos fugir dos clichês”, aponta Alves.

Cada detalhe da decoração exalta erotismo. O papel de parede aplicado no ambiente que fica logo após a entrada, por exemplo, mostra seios femininos, mas de forma criativa.  Já o acabamento utilizado nos sanitários, quando visto de certa distância, parece uma imagem originada de um caleidoscópio – basta aproximar a visão, no entanto, que se percebe o que os desenhos são um pouquinho mais picantes….

valentina-bar-erótico-erotismo-porto

Ambiente que fica logo na entrada do Valentina

valentina-bar-erótico-erotismo-porto

Sanitário do bar

Feito a partir de pôsteres de filmes pornôs antigos, o papel de parede utilizado na escada da casa é outro destaque. Além disso, a bancada do bar e a do caixa foram ornamentados com capas de revistas voltadas ao público adulto, como Playboy e G Magazine. Todos os papeis de parede foram criados exclusivamente para o bar.

valentina-bar-erótico-erotismo-porto

O papel de parede utilizado no espaço da escada foi feito a partir de pôsteres de filmes pornôs antigos


valentina-bar-erótico-erotismo-porto

Revistas pornôs foram utilizadas no acabamento do bar e do caixa

Para deixar o bar com uma decoração única, os donos também vasculharam brechós e antiquários de Porto Alegre em busca de móveis e objetos que pudessem ser utilizados, conforme conta Alves. Muitas das poltronas e sofás dos lounges, portanto, são peças restauradas que ganharam uma nova chance de uso. Uma das relíquias encontradas foi uma banheira. A peça recebeu um tampo de vidro transparente, que deixa à vista diversos brinquedos eróticos inseridos em seu interior, e foi transformada em uma mesa de centro para um dos lounges (foto abaixo).

valentina-bar-erótico-erotismo-porto

A mesa de centro feita com uma banheira antiga é destaque do lounge

A arquiteta Renata Gaspar também destaca como importante itens da decoração as duas “vitrines vivas” – televisões que transmitem vídeos com dançarinos eróticos – e as cortinas feitas de algemas e chicotes, utilizadas para separação entre os ambientes. “Sem contar os lindos quadros que o fotógrafo Alex Korolkovas fez representando a Valentina do Guido Crepax”, aponta a profissional.

valentina-bar-erótico-erotismo-porto

Os assentos dos bancos altos são línguas

Quanto às cores escolhidas, Renata explica que utilizou como referência o tom de rosa avermelhado presente no logotipo do bar. “Abusei dessa cor em todas as esquadrias e na escada. Também coloquei toques de rosa na iluminação das sancas”, relata. Já para o projeto luminotécnico, a arquiteta optou por focos em objetos, para destacar os papeis de parede e os objetos decorativos, por exemplo, e em luzes indiretas para os ambientes. “Apenas de efeito, buscando trazer um clima mais quente”, explica.

  valentina-bar-erótico-erotismo-porto

Por fim, a arquiteta dá dicas para quem deseja levar um pouco desse clima de erotismo para a casa. Segundo a profissional, uma das grandes aliadas é a iluminação. “Uma corda de LED escondida em um sanca, ou até mesmo em uma prateleira, um abajur ou simples velas, podem oferecer um clima muito gostoso”, diz a arquiteta. “Quem quiser explorar mais, sugiro abusar dos quadros com fotos sensuais, almofadas com estampas eróticas e objetos eróticos. Quem disse que esses objetos não podem fazer parte da decoração do seu quarto?”, instiga a profissional.

valentina-bar-erótico-erotismo-porto
valentina-bar-erótico-erotismo-porto

Duas “vitrines vivas” são algumas das atrações do Valentina

Serviço
Velentina Bar 18+
Rua Ten. Cel. Fabrício Pilar, 27, Porto Alegre
De quarta a sábado, das 19h à meia-noite

Leia mais:
>> Leve a sensualidade dos motéis para dentro do seu quarto
>> Ambiente erótico: casais com quarto roxo fazem mais sexo, aponta pesquisa

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.