28/05/2013

Arranha-céu deve ganhar “peruca” de fibras para produzir energia eólica

Arranha-céu deve ganhar "peruca" de fibras para produzir energia eólica

Fonte: Revista do ZAP

O prédio chamado de Strawscraper, desenvolvido pelo escritório Belatchew Arkitekter, deve ser erguido em Estocolmo, na Suécia

Quando finalizado, com certeza, este inusitado arranha-céu não ficará despercebido. O projeto inclui uma camada externa de fibras que vão produzir energia eólica. Chamado de Strawscraper (“arranha-céu de palha”), o prédio criado pelo escritório Belatchew Arkitekter deve ser erguido em Estocolmo, na Suécia, e, segundo especialistas, pode representar o futuro de construções sustentáveis.

Belatchew Arkitekter-Strawscraper-fibras-energia eólica-arranha-céu

 

O prédio peludo será construído no topo de um empreendimento já existente no centro da cidade, chamado de Söder Torn. A proposta é utilizar a tecnologia chamada piezoeletricidade. Assim, a partir do menor movimento causado pelos ventos, os pequenos fios produzirão energia. 

Belatchew Arkitekter-Strawscraper-fibras-energia eólica-arranha-céu

 

Segundo os profissionais do Belatchew Arkitekter, o arranha-céu será, ainda, uma atração turística para a cidade. A ondulação das fibras dará a impressão de que o prédio está “vivo” e “respirando”. E à noite, quando iluminado, ficará ainda mais interessante.

Belatchew Arkitekter-Strawscraper-fibras-energia eólica-arranha-céu

 

Leia mais:
>> Conjunto de prédios na Dinamarca lembra um porco-espinho
>> Escritório japonês projeta prédio triangular superestreito e com extremidade “afiada”
>> Antiga torre de vigília nazista é transformada em imóvel de luxo na Bélgica

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.