27/04/2007

Assinatura em cartão magnético

Fonte: Jornal da Tarde

DivulgaçãoZap o especialista em imóveis

A inclusão da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo (Arisp) e dos 18 cartórios da Cidade na era digital vai contribuir para a agilidade dos processos de financiamento imobiliário. A emissão de documentos eletrônicos com a mesma validade que os impressos deverá reduzir os custos e o tempo da burocracia que os financiamentos exigem.

De acordo com o presidente da Arisp, Flauzilino Araújo dos Santos, esse tema tem sido amplamente discutido com a Associação Brasileira das Empresas de Crédito Imobiliários e Poupança (Abecip) e com as instituições financeiras, e todos demonstraram interesse e necessidade de integração para agilizar os processos de financiamento.

Mas, para poder assinar os contratos eletrônicos, tanto os bancos quanto as partes interessadas terão de ter o Certificado Digital, ou e-CPF – um documento eletrônico que permite assinar digitalmente qualquer tipo de documento, conferindo-lhe a mesma validade jurídica dos equivalentes em papéis assinados de próprio punho.

Além disso, a certidão digital permite realizar transações bancárias, declaração de imposto de renda e diversos outros serviços públicos e privados.

A Arisp é uma das instituições credenciadas para emitir o documento de identidade digital, conhecido por e-CPF, que tem custo de R$ 350.

Leia também

Na era dos cartórios eletrônicos

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.