01/06/2007

Bairro cresce com lançamentos

Fonte: Jornal da Tarde

Empreendimentos novos fazem sucesso e renovam padrão de moradia da Freguesia do Ó

Hélvio Romero/AEZap o especialista em imóveisEdifício Green Village: um dos vários lançamentos em obras na Freguesia

Olhando as placas indicativas de um lançamento da Abyara Planejamento Imobiliário na Freguesia do Ó, fica a impressão de que o terreno onde será erguido o novo empreendimento da empresa já não compreende mais o território daquele bairro. Apartamentos de quatro dormitórios (duas suítes), 153 m² privativos e inúmeras opções de lazer espalhadas por uma área de 6,9 mil m² não fazem parte do perfil da Freguesia. Melhor, não faziam.

A aposta da Abyara tem nome, chama-se Volare, e já parece ter encontrado seu público alvo no bairro. Voltado, principalmente, a casais com faixa etária média entre 40 e 50 anos com dois ou três filhos, o empreendimento de alto padrão já vendeu cerca de 60% das suas unidades em apenas seis meses de lançamento.

“Esse é um tipo de empreendimento que normalmente é lançado do outro lado da ponte (em bairros mais nobres da Capital, como Alto da Lapa e Perdizes), mas que está fazendo muito sucesso aqui na Freguesia”, afirma o corretor de plantão Éric Estrada. “É um projeto diferenciado, uma aposta para a região. Temos encontrado muitos empresários e comerciantes que não atravessam a ponte para ir trabalhar e que preferem morar aqui”, completa.

É justamente empreendimentos novos como o Volare que tem valorizado os imóveis da Freguesia do Ó. Com entrega das unidades prevista para dezembro de 2009, o Volare tem preço que varia entre R$ 400 mil e R$ 450 mil, conforme o andar escolhido pelo morador. Isso significa que o metro quadrado dele custa R$ 2,6 mil. Segundo a Estrada, o valor é inferior ao cobrado em bairros como Alto de Pinheiros e Lapa. “Lá, um apartamento como este não sai por menos de R$ 3,2 mil o metro quadrado”, compara.

Assim como a maioria dos empreendimentos em lançamento, o Volare oferece financiamento de até 70% do seu valor, com parcelas que não ultrapassam R$ 1,7 mil. O empreendimento conta em sua infra-estrutura com piscinas, sauna, sala de ginástica, quadra esportiva coberta, playground, salão de festas, lan house etc. Todos os apartamentos possuem churrasqueira no terraço.

Sucesso de vendas

Lançado em setembro de 2005 pela Masa Empreendimentos Imobiliários, o condomínio vertical Green Village já predizia a vocação imobiliária que a Freguesia do Ó representa. Com cinco torres, das quais três estão previstas para ser entregues até o fim deste ano, o empreendimento de médio padrão vendeu todas as suas 400 unidades em praticamente um ano.

Segundo o gerente de vendas Joaquim Gomes de Araújo, boa parte dos compradores é originária do próprio bairro ou de localidades próximas. “As pessoas que moram na Freguesia criam uma raiz aqui e não querem deixar o bairro por nada. A maioria dos compradores já mora aqui. Os demais são dos arredores, da Pompéia, Pirituba e Santana”, relata.

Localizado na Rua Baião Parente, uma travessa da Avenida Itaberaba, principal núcleo comercial do bairro, o Green Village apresentava valores mais modestos, condizentes com o perfil dos moradores do bairro, na avaliação de corretores e especialistas. Os apartamentos de dois dormitórios foram vendidos por R$ 140 mil, enquanto os de três dormitórios custavam R$ 180 mil. De acordo com Araújo, ainda existem algumas unidades consignadas disponíveis, mas que devem ser vendidas rapidamente. “Fizemos algumas pesquisas no bairro e por isso está sendo um sucesso”, conclui.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.