08/10/2010

Bancos se esforçam para seduzir classe C

Fonte: O Globo
(Foto: Verônica Lima)
1 em cada 5 integrantes da classe C no Brasil faz planos de comprar um imóvel nos próximos meses (Foto: Verônica Lima)

Se um em cada cinco integrantes da classe C no Brasil faz planos de comprar um imóvel nos próximos meses, como mostrou pesquisa recém-concluída pelo Ibope, os bancos estão se esforçando para seduzi-los. O Banco do Brasil, por exemplo, lança até o fim do mês linha de crédito de longo prazo para a construção de imóveis por pessoas físicas. O produto nasceu da demanda identificada nas agências do banco, diz o vice-presidente de Negócios e Varejo, Paulo Caffarelli: “O desejo de construir a própria casa é muito forte nas cidades médias e no interior. Às vezes, sai mais barato que comprar um apartamento novo. Em nossas contas, esse segmento pode chegar a 20% do mercado”. O BB foi o último dos grandes bancos a entrar no financiamento habitacional, porque, até 2009, era obrigado a destinar os recursos da poupança integralmente ao crédito rural.

Hoje, é o quinto do país em empréstimos imobiliários, com carteira de R$ 2,3 bilhões. A meta é chegar a R$ 3 bi em dezembro; R$ 5 bilhões no fim de 2011; e estar entre os três maiores do setor em 2012. O banco tem hoje R$ 7 bilhões disponíveis para o setor de habitação. Por mês, fecha 1.200 contratos com pessoas físicas. No Bradesco, que está nos top 4, o total de contratos mensais beira 1.300 com pessoas físicas e 50 com construtoras. Este ano, até setembro, o banco financiou 35 mil unidades habitacionais, conta Claudio Borges, diretor do Departamento de Empréstimos e Financiamento. A carteira imobiliária, hoje próxima de R$ 9,5 bilhões, está crescendo 50% este ano. O banco, nos dois últimos anos, enviou dezenas de milhares de avisos de crédito pré-aprovado para a compra de imóveis aos clientes. É ação para ser lembrado quando a decisão de compra da casa própria chegar. Segundo o Ibope, está próxima.

LEIA MAIS:

Lojas fazem promoção de material de construção

Reclamações sobre compra de imóvel na planta crescem 35%, revela órgão de defesa do consumidor

Assista no Zap imóveis como realizar a cistoria do imóvel novo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.