23/04/2013

Bandeiras vão indicar consumo de energia na conta de luz

Bandeiras vão indicar consumo de energia na conta de luz

Fonte: Revista do ZAP

Se o consumo de energia for excessivo, consumidor poderá arcar com os custos extras de geração

Começa em junho de 2013 a fase de testes para as bandeiras tarifárias na conta de luz dos consumidores brasileiros. A partir desse mês, as contas vão trazer bandeiras com cores de alerta para informar sobre o gasto energético de cada um dos quatro subsistemas (Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Nordeste). De acordo com o consumo e com a necessidade de geração de energia excedente, através das termelétricas movidas por combustíveis como gás natural, carvão e diesel, o consumidor poderá pagar pelo custo extra.

hidrelétrica


 

As bandeiras seguirão os sinais de trânsito, com a cor verde indicando consumo normal, amarela emitindo sinal de alerta e a vermelha mostrando consumo excessivo. Segundo o site da Aneel, se já estivessem valendo, em abril de 2013 as bandeiras de todas as regiões indicariam a cor vermelha. A cobrança vai ocorrer para todos os consumidores do subsistema, mas de forma individual, da seguinte forma:

:: Bandeira verde: a tarifa não terá nenhum acréscimo
:: Bandeira amarela: as contas do subsistema terão acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos
:: Bandeira vermelha: as contas do subsistema terão acréscimo de R$ 3,00 para cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos

O que fazer
Na prática, o consumidor não terá o efeito da redução do consumo individual refletido na conta de luz do seu imóvel. Para isso, segundo a Aneel, será necessário que grande parte dos consumidores do subsistema reduza o consumo. A regulação das cores das bandeiras será realizada predominantemente pelo clima, já que são as chuvas que garantem o funcionamento das usinas hidrelétricas no Brasil, mas a redução dos desperdícios e o uso de aparelhos elétricos mais eficientes – como as lâmpadas LED – podem levar à economia coletiva.

Durante todo o ano de 2013 as bandeiras tarifárias na conta de luz estarão em fase de testes, sem implicar em cobrança de acréscimo para os consumidores. Mas, a partir de 2014, os custos serão repassados às contas que tiverem bandeiras amarelas e vermelhas, mensalmente.

Veja quais são os quatro subsistemas:
:: Subsistema Sudeste/Centro-Oeste: estados da região Sudeste e Centro-Oeste, Acre e Rondônia;
:: Subsistema Sul: estados da região Sul;
:: Subsistema Nordeste: estados da região Nordeste, exceto o Maranhão;
:: Subsistema Norte: Pará, Tocantins e Maranhão.



Leia mais:
>> Governo prepara medida provisória para reduzir em 10% o custo da energia elétrica
>> Nove medidas para baixar de vez sua conta de luz e ajudar a natureza
>> Celesc incentiva troca de eletrodomésticos para economizar energia

Tags: legislação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.