01/09/2015

Rio de Janeiro: Bangu tem forte comércio popular e ergueu-se graças a uma extinta fábrica de tecidos

Calçadão de Bangu e Bangu Atlético Clube são alguns destaques do bairro

Fonte: Revista do ZAP

O forte de Bangu está ao ar livre. O comércio popular é praticamente um shopping, com direito a climatização

A história de Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro, começa com o progresso de uma fábrica de tecidos. Erguida em 1889, chamava-se Companhia Progresso Industrial do Brasil, e tirou o bairro do cenário rural para alçá-lo como ponto de desenvolvimento da cidade. Depois dela vieram a Estação Ferroviária de Bangu, o ramal ferroviário de Santa Cruz e o loteamento, com a construção de casas e vilas inteiras. Na década de 1940 a inauguração da Avenida Brasil, uma importante via expressa da cidade, acelerou o crescimento (as informações são da Prefeitura do Rio).

Fábrica em Bangu, em 1958 (Foto: Divulgação/IBGE)
Fábrica de tecidos em Bangu, em 1958, Companhia Progresso Industrial do Brasil  (Foto: Divulgação/IBGE)

O legado do tal desenvolvimento pode ser visto em números. Bangu, ao lado de Santíssimo, Senador Camará, Padre Miguel e Realengo, cresceu tanto que é o segundo bairro mais populoso da cidade, com 243.125 moradores e renda média de R$ 1.088. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As ruas são ocupadas quase que majoritariamente por casas, e são muitas as ofertas de residências à venda ou para aluguel.

Portão antigo da Fábrica (Foto: Acervo/Shopping Bangu)
Portão antigo da Fábrica (Foto: Acervo/Shopping Bangu)

A fábrica têxtil fechou as portas em 2004 e o prédio, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), se transformou em 2007 no Bangu Shopping, um dos points da região, com lojas, praça de alimentação e cinema.

Baile popular em Bangu (Foto:Divulgação/Prefeitura RJ)
Baile popular em Bangu (Foto:Divulgação/Prefeitura RJ)

O forte do bairro está ao ar livre. O comércio popular de Bangu é praticamente um shopping, com direito a climatização, para aliviar o conhecido calor do bairro, e até escadas rolantes. Estamos falando de Calçadão de Bangu, recanto de clientes que querem pechinchar em lojas e serviços.

Um dos orgulhos do bairro é o Bangu Atlético Clube. O tradicional time de futebol carioca chegou a conquistar dois campeonatos cariocas e um vice-campeonato brasileiro. Seu estádio próprio, conhecido como Estádio Moça Bonita, foi planejado para 15 mil pessoas. Além do estádio, o clube tem uma sede social e uma sede aquática, esta para a prática de esportes na piscina.

Shopping em Bangu (Foto: Acervo/Shopping Bangu)
Shopping em Bangu (Foto: Acervo/Shopping Bangu)

A infraestrutura parece de cidade grande. A começar pela rede de saúde, com hospitais públicos e privados como o Hospital Albert Schweitzer, o Hospital da Mulher Mariska Ribeiro, o Hospital São Lourenço, a Casa Saúde Maternidade Souza Cruz e a Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas. São muitas as opções de colégios. Entre a vasta lista estão o Centro Educacional Bangu, o Centro Educacional Salles Freitas e as universidades Estácio de Sá e Faculdades Integradas Simonsen. O transporte para outros bairros da cidade é por ônibus ou trens. As composições do ramal Bangu têm destino a Santa Cruz e Central do Brasil.

Veja apartamento para alugar em Bangu

Conheça a história do Rio de Janeiro

Gávea é recanto na agitada zona sul

Conheça a história de Copacabana

Conheça a história da Barra da Tijuca

Conheça a história de Laranjeiras

Catete, o bairro que foi o centro do Brasil por 63 anos

Conheça a Penha, bairro da zona norte que tem igreja como ponto turístico

 

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.