17/06/2014

Barcos podem se tornar moradia confortável

Decoração deve seguir o estilo marítimo, mas peças devem ser leves

Fonte: ZAP Imóveis

O aumento da renda da população brasileira garantiu a muitos trabalhadores terem acesso a bens antes inimagináveis. E os barcos estão entre os novos desejos de consumo dos brasileiros. Por aqui, ainda não há tantas pessoas que os usam como moradia, até porque nossos rios não têm as melhores condições de conservação, diferentemente de países como a Holanda, por exemplo. Mas para quem já adquiriu ou pretende comprar um desses brinquedinhos, que pode superar a cifra de R$ 500 mil, vale a pena ficar atento à decoração.

A decoração dos barcos pode ser personalizada no momento da fabricação do produto (Fotos: Shutterstock)

Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Clique aqui e cadastre-se

O primeiro passo deve ser dado já na encomenda do item. Isso porque muitos desses produtos são feitos por encomenda e, com isso, é possível personalizá-los. “É possível personalizar o barco enquanto eles estão sendo feitos, assim, há condições de escolher o acabamento, o que deixa o ambiente mais agradável e funcional”, sugere o arquiteto Augdan de Oliveira Leita ao lembrar que, na maioria das vezes, morar em um barco pode ser como viver em uma quitinete, já que muitos são bem pequenos. Mas tem aqueles maiores, de 48 ou 50 pés, ou mesmo os iates, que podem acomodar de maneira confortável até quatro pessoas. Nesses barcos, normalmente há uma suíte, um quarto, cozinha, sala e banheiro.

A escolha da decoração vai depender da capacidade econômica do proprietário, mas em todos os casos é importante que os materiais usados sejam os mais leves possíveis para que não haja tanto peso dentro do barco. Uma opção é o uso de bancada de mármore composto, por exemplo, que é mais leve. Além disso, sugere o especialista, é importante usar materiais impermeáveis e itens ‘clean’ na decoração.

É importante usar materiais impermeáveis e itens ‘clean’

Já na cozinha, tudo tem que ser muito seguro e fechado. Nada de eletrodomésticos em cima de bancadas ou utensílios pendurados.

Enfeitar com itens em estilo marítimo cai muito bem

Usar decoração com itens em estilo marítimo, nas cores branca, azul, vermelha e verde, também entra nas dicas do arquiteto. “Se quiser ser mais ousado, pode abusar nas cores, mas sem perder o estilo marítimo. Uma opção é o roxo e suas variações, como lilás, mas deve ser utilizado em estampas, listras ou em brasões, para dar o aspecto marítimo. Pode-se abusar da cor, mas nunca perder a essência marítima”, ensina.

6 Comentários

  1. Concordo com todos os apontamentos com relação a praticidade e funcionalidade dos móveis e acessórios utilizados em barcos. Porém, discordo da questão de usar temas e cores náuticos na decoração. Acho antiquado decorar barcos e casas de praias com cordas, âncoras e boias, afinal, a casa da cidade nós não decoramos com pneus e cones de trânsito.

  2. Não entende nada disso. Primeiro que o Brasil tem muitos quilômetros de costa, e quando se pensa em uma embarcação com mais de 40″, nunca se pensa em rios. Por falar em pensar, é melhor esse arquiteto repensar suas ideias de lilás em relação à água que no caso se pensa azul…no resto, é aprender.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.