15/09/2008

Barra cresce para seu interior, com minibairros com completa estrutura de lazer e serviços

Fonte: Globo online

Locais recebem novas gerações de empreendimentos

Rio – Trinta e três anos após a entrega do primeiro condomínio fechado, o Nova Ipanema, a Barra da Tijuca recebe uma nova geração de empreendimentos: minibairros planejados, com comércio e lazer, de onde as pessoas praticamente só precisam sair para ir ao trabalho. 

Em 1999, surgiu o Rio 2, que levou dez mil pessoas a morar nos seus 25 prédios em frente ao Autódromo de Jacarepaguá. Agora, a Barra assiste ao crescimento da região da Península e à construção dos alicerces do Cidade Jardim, além de aguardar o lançamento de três grandes empreendimentos: o AlphaVille, com 660 mil metros quadrados; a Península II, com 1,2 milhão de metros quadrados; e o Estrelas, de 50 mil metros quadrados.

Estão próximos ao autódromo alguns desses novos mini-bairros: o pioneiro Rio 2, da Carvalho Hosken; o Cidade Jardim, parceria da Hosken com a RJZ/Cyrela; e o Estrelas, da CHL. Com o Cidade Jardim, a Barra ganha 50 novos prédios, totalizando 6,5 mil imóveis em 512 mil metros quadrados. Até agora, foram lançadas 1,2 mil unidades (900 já vendidas), previstas para março de 2010. Já o Estrelas terá 980 apartamentos em cinco prédios. Seu lançamento será dia 26 e a entrega, em 2011. Segundo o presidente da CHL, Rogério Chor, mesmo sem ser perto da praia, esse tipo de empreendimento é de forte apelo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.