07/12/2012

Brasil não corre risco de bolha imobiliária, garante Secovi

Fonte: ZAP Imóveis

Para presidente do Secovi-SP (sindicato da habitação), Claudio Bernardes, não há fundamentos econômicos que faça o setor ter tal expectativa

Apesar de ainda boa parte do mercado ter receio, o presidente do Secovi-SP (sindicato da habitação), Claudio Bernardes, assegurou que não há riscos de surgir uma bolha imobiliária no Brasil.

Em evento realizado na sede da entidade, o especialista disse que não vê fundamentos econômicos que faça o setor ter tal expectativa. Segundo ele, não há no país um alto índice de endividamento, oferta dissociada da demanda, crédito mal concedido e grande aumento de preços, fatores que poderiam indicar a existência de bolha.

“Passou o boom [imobiliário]. A oferta e a demanda estão equilibrados. A velocidade do aumento de preço tem diminuído muito também nos últimos tempos. Portanto, a equação continua fechando”, explicou Bernardes.

Ainda segundo o presidente do sindicato, não há no país uma grande presença de investidores interessados em comprar imóveis para fins de especulação. O modelo dos financiamentos e a baixa representatividade deles em relação ao PIB nacional também são fatores apontados por ele que amenizam a possibilidade da formação de uma bolha.

Brasil não corre risco de bolha imobiliária, garante Secovi
Para presidente do Secovi, Claudio Bernardes, não há no país crédito mal concedido e grande aumento de preços dos imóveis

“Projeções indicam que nos próximos dez anos o mercado terá de produzir 23 milhões de unidades, ou seja, 1,9 milhão de unidades por ano. Hoje a capacidade de produção está em 1,1 milhão”, apontou.

“Um imóvel comprado em 2002 por R$ 148 mil hoje valeria R$ 416 mil. Porém, devido à evolução do poder de compra do consumidor, é possível compra-lo com a mesma renda”, finalizou.

15 Comentários

  1. Só se ele estiver falando exclusivamente de São Paulo, onde eu duvido também, pq em Brasília determinadas regiões tiveram queda de até 35% devido a falta de compradores. Imóveis com valor do m² próximo a 14.000…agora já estão girando os 8k a 9k, na minha opinião, ainda super mega ultra faturados. Dá para cair mais. É só os compradores segurarem mais um ano ou dois no aluguel que o pavor toma conta e eles vem logo logo para o preço real.

  2. eu nao confiaria muinto nisso eu estava vivendo la no estados unidos quando acorreu ropimento da bolha niguen admitia a existencia da tal eu tenho uma pequena ebpreiteira fazia acabamento e ai eu morri . ben os maericanos sao ricos e estao passando maus mocados espero nao esta por aqui quando isso ocorrer por q e inevitavel !!!!

  3. bolha so se for do preço.um imovel comprado em 2002 por148 mil vale hoje 416 mil sugiro ao entrevistado que apresente a tal “evoluçao de poder de compra do consumidor” para aguentar esse salto.favelado com certeza nao paga esse salto.

  4. O mercado ainda está livre e tem grandes oortunidades para investidores. A bolha não será para sufocar mas para explodir numa nova corrida do ouro imobiliário no Brasil para o mundo e a crescente expansão migratória, não de exôdo mas de entrada de imigrantes no eldorado do mundo. Endereço: Brasil na América do Sul onde índio dança carnaval. Tenho a melhor e mais nobre área na represa corumba 4 BR060 do lado de Brasília DF busco parceria com incorporadora. Visitem meu anúncio : Mercado livre-fazendas-Goiás…Fazenda para condomínio…Franz Guimarães

  5. Um grande aumento de preços teve sim! Só não vê quem não quer, ou quem não precisa de comprar uma como deve ser o caso do presidente do Secovi-SP.Na real o valor de um imovel com a economia de hoje deve ser de 100x o valor do aluguel que o propietario deve receber livre de coretor.Ou então aplica-se o valor que renda 1% ao mes!

  6. Bolha imobiliária, nos moldes da americana, não há riscos pois são situações muito diferentes. Mas há sim um risco ENORME de inadimplência pelos mutuários que estão assumindo dívidas impagáveis num médio prazo. O papo desse empresário é de Construtor que está ficando milionário com os preços absurdos que colocam em seus imóveis.

  7. Com o crescimento da economia em diversos setores e as commodates estao em alta e a procura e expançao das cidades ha necessidade de mais habitaçoes para acomodar a popolação que esta crescendo e emigrando para os centros.

  8. Tem muita gente comprando ap que compromete muita mais que pode pagar, pagar uma divida de 01 ate 03 anos e facil mais divida longa com prestação alta e um perigo, tem gente que não faz as contas de condominio e outras despesas, cuidado, os governantes só pença em votos, para tar no poder vale tudo.

  9. Este cara esta maluco ele acha que é possível com apenas correções de ajuste salarial comprar o mesmo imóvel de 2002 de 148 mil que hoje vale 416 mil?Só na conta dele!O secovi precisa entrar na realidade e mostrar o aumento abusivo dos imóveis!Questiona-los pois o povo esta parando é decomprar com esses preços fora darealidade!

  10. No Brasil há um alto índice de endividamento, oferta dissociada da demanda, crédito mal concedido e grande aumento de preços, fatores que poderiam indicar a existência de bolha. Esse fator existe,não só no setor imobiliário, mais támbem em outros setores. O individamento pessoal já atingiu indices alarmantes. Nunca o individamento pessoal atingil o ÍNDICE ATUAL. Nesse sentido é só acompanhar os imoveis que estão sendo devolvidos por falta de pagamento, assim como veiculos. Ha também um índice acima do normal de falta de pagamentos de despesas de CONDOMÍNIO, entre outros…

  11. Tenho minhas dúvidas, quanto aos empréstimos aos empréstimos mal concedidos: Trabalhei numa grande Instituiçao Financeira do País. Todas elas(as Instituiçoes Financeiras, têm Metas de conquistar Share no mercado. Aí passa para os funcionários com uma pressão descomunal, acompanhada de assédios subliminares diversos(entenda-se:pressão) e junte-se a isso a gana de de cada ser humano de conquistar espaço e poder. Sei não!!!!

  12. muita boa a reportagem eu trabalho com a venda de consórcio de Imóveis, e os pessimistas só falam nisso, mas acredito que o mercado esta no seu melhor momento. Obrigada pela matéria, grande abraço.

  13. Estou olhando o mercado de imoveis no RJ e já percebi que há pelo menos 3 meses tá parado, condominios onde tinham 3 casas para vender agora tem 6, mas o preço ainda não caiu…. questao de tempo…..

  14. Os donos de corretoras, construtoras e os políticos enriquecem a cada dia que passa, o país nunca teve tanto bilionários, graças ao PAC e ao Programa Minha Casa Minha Vida. É claro que eles jamais admitirão a existência de uma bolha… afinal o risco e o prejuízo é dos bestas dos consumidores que pagam cada vez mais caro pelo mesmo produto, garantindo o enriquecimento deles. Falam que o percentual de crédito imobiliário ainda é baixo em relação ao PIB, mas esse não é o problema, a questão é que o endividamento da população já ultrapassou todos os limites… qualquer crise de renda e emprego no futuro vai comprometer toda a economia, começando pelo mercado imobiliário.

  15. Depois de ter amargado um prejuízo enorme há uns 10 anos, investindo em imóveis que não conseguia vender nem pela metade do preço “real”, parei de investir em imóveis. Aí em 2008/2009, começou a corrida (efeito manada) para os imóveis. Há uns 3 meses penso em trocar de residência e pesquiso casas no meu condomínio. Percebo que está aumentando o número de ofertas de casas no condomínio e os preços estão começando a estagnar (já que não há venda). Resolvi dar um tempo pois, não quero amargar prejuízo outra vez, já que os preços podem cair um pouco frente à pouca demanda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.