19/02/2016

Casas e cidades em Israel contam com abrigos antimíssil

Construção desses espaços é feita com concreto armado e aço

Fonte: ZAP Em Casa

Você sabe o que é um bunker? O último episódio da série Zapeando pelo Mundo te leva para Sderot, em Israel, uma cidade que fica a 70 km da capital Jerusalém e a poucos quilômetros da Faixa de Gaza, uma zona de conflitos tensos.

+ Hotel moderno na Geórgia chama atenção no meio de vilarejo rústico

+ Taj Mahal passa por restauração para recuperar o brilho do mármore

O bunker é uma área protegida, construída com concreto armado e aço, para abrigar as pessoas em caso de guerra, ataques a mísseis e bombas. Eles podem ser coletivos, espalhados pela cidade, ou em um ambiente dentro das próprias casas. Todos os pontos de ônibus, escolas e até parquinhos infantis possuem um bunker.

bunker em israel
Bunker coletivo na cidade de Sderot, Israel (Foto: Mateus Carvalho)

Fomos recebidos em Sderot pela israelense Ogenia Scholnik, que vive na região e já passou por vários momentos de tensão. Ela conta que a população tem apenas 15 segundos para correr e se proteger dentro de um bunker em caso de lançamento de míssil contra o país.

O valor para construir um abrigo gira em torno de R$ 5 mil por metro. Até por isso, o governo israelense mandou construir bunkers para as pessoas que moram em um raio de 7 km de Gaza. Nos últimos anos as casas que ficam nessa região ganharam um ambiente a mais. Esse espaço deve servir apenas como uma área protegida e ficar sempre livre.

Os apartamentos mais modernos e novos já estão sendo construídos com um bunker. Os mais antigos estão sendo renovados para que todos tenham esse espaço.

Assista ao vídeo abaixo para entender como funciona o bunker em Israel:

+ Arquiteto cria 24 combinações diferentes em apartamento de 30 m²

+ Conheça a maior e mais alta piscina de borda infinita do mundo. Vídeo

+ Zapeando pelo Mundo: Saiba como preparar o tradicional café turco

+ Arquitetura moderna se desenvolve no Líbano. Assista ao vídeo

 

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

1 Comentário

  1. Interessante a reportagem, mas estranho uma música tão alegre anunciando uma realidade tão difícil. Ficou estranha a edição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.