15/09/2008

Caixa ainda tem R$ 1,3 bi para financiamentos

Fonte: Jornal da Tarde

Só Grande São Paulo, cerca de R$ 690 milhões devem ser liberados para as famílias de classe média e alta

Principal banco financiador com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) , a Caixa Econômica Federal anunciou ontem que ainda tem R$ 1,3 bilhão só para o financiamento de imóveis com dinheiro da poupança (SBPE) no Estado de São Paulo. Só Grande São Paulo, cerca de R$ 690 milhões devem ser liberados para as famílias de classe média e alta que queiram comprar um imóvel ainda este ano. Em todo o País, a quantia soma R$ 4 bilhões.

As linhas com recursos da poupança têm juros mais elevados que as do FGTS, mas não apresentam restrição alguma quanto ao valor da renda familiar – o FGTS está disponível apenas para aquelas que somam mensalmente até R$ 4,9 mil – e podem ser utilizadas na compra do segundo imóvel. Pelas linhas da Caixa, é possível financiar até 80% do valor de imóveis avaliados em até R$ 350 mil, pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH), num prazo de até 30 anos, dependendo do porcentual a ser financiado.

Segundo o banco, já foram emprestados este ano quase R$ 6 bilhões em linhas da poupança. A Caixa informou que esta é a maior contratação habitacional com recursos da poupança desta década. A expectativa é financiar pelo menos 180 mil imóveis em 2008, ante 81 mil de 2007 e 51 mil somados no ano anterior.

Ainda de acordo com a Caixa, esse resultado só foi possível porque o banco obteve este ano a maior captação de poupança da sua história. Apenas em agosto, os depósitos alcançaram pouco mais de R$ 1 bilhão. Segundo o vice-presidente de governo da instituição, Jorge Hereda, não faltarão recursos para apoiar o setor de habitação. Hoje, o banco é responsável por 51% de todos os imóveis financiados com o dinheiro da poupança no País.

Os mesmos resultados foram obtidos na arrecadação do FGTS. Segundo cálculos do governo, a previsão para 2008 saltou de R$ 2,7 bilhões para R$ 6,7 bilhões. Isso fez com que a Caixa elevasse no fim de agosto em R$ 2 bilhões o orçamento do Fundo para 2008 – de R$ 8,4 bilhões para R$ 10,4 bilhões nas linhas oferecidas no País.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.