30/10/2006

Caixa amplia para 90% cota de financiamento de usado

Fonte: O Estado de S. Paulo

Medida é válida até dezembro para faixa de renda familiar de até 2,4 mil

Epitacio Pessoas/AEZap o especialista em imóveisOportunidade: Caixa amplia facilidades de crédito para classe média

Quem está pensando em fazer um financiamento de imóvel usado com recursos do Fundo de Garantia e Tempo de Serviço (FGTS) tem a oportunidade de conseguir financiar até 90% do valor do imóvel, na Caixa Econômica Federal, até o fim do ano. Isto se aplica à carta de crédito destinada aos trabalhadores com renda familiar de até R$ 2,4 mil e imóveis com um valor máximo de R$ 60 mil.

“Quem tiver interesse em conseguir 90% de financiamento do valor do imóvel usado deve procurar o quanto antes uma agência da Caixa”, explica o superintende de negócios da Caixa Econômica Federal, Augusto Bandeiras Vargas. “Os processos precisam entrar nas agências até o fim de novembro para serem viáveis.” A medida é possível porque a Caixa tem R$ 3 bilhões para aplicação na habitação até dezembro. A continuidade ou não do financiamento de 90% do valor do imóvel usado, em 2005, depende do orçamento a ser aprovado pelo Conselho Curador do FGTS.

Outra novidade é a redução da taxa de juros de 13,7% para 12,5% ao ano para a carta de crédito de renda familiar superior a R$ 4,5 mil.

Planta 
A Caixa tem planos também de facilitar o financiamento de imóvel na planta para a classe média. “Financiar um imóvel na planta vai dispensar o pagamento das prestações durante a fase da construção”, explica Vargas.

O banco deve anunciar nas próximas semanas as regras da nova modalidade. O consumidor que adquirir este tipo de financiamento vai pagar os encargos como juros e seguro durante a construção e passar a pagar as prestações apenas após a entrega das chaves. O objetivo é facilitar o acesso da classe média ao financiamento de imóveis na planta, pois assim é possível pagar o aluguel até a mudança para o imóvel novo.

Serviço – Informações nas agências da Caixa ou no site www.caixa.gov.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.