04/06/2009

Caixa analisa 14 mil imóveis no Rio

Fonte: Jornal da Tarde

Banco estuda projetos do “”Minha casa, minha vida”” mas ainda não fechou contratos

A Caixa Econômica Federal recebeu propostas de construtoras do Rio para financiar 14 mil moradias dentro do programa “Minha casa, minha vida”, que somam quase R$ 930 milhões. Estão em análise 4.890 unidades para famílias com renda de até três salários mínimos (R$ 1.385) e 8.587 imóveis para quem ganha entre R$ 1.385 e R$ 4.650 (de três a dez pisos nacionais).

As moradias ficam em Campo Grande, Palmares, Cosmos, Ricardo de Albuquerque e Santíssimo, na faixa de renda de até R$ 1.305. No outro grupo, os projetos estão concentrados em Madureira, Engenho da Rainha, Jacarépaguá, Piedade, Lins de Vasconcelos e Realengo, além de Campo Grande e dos municípios de Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Belford Roxo, Nilópolis e São Gonçalo.

Em todo o país, a Caixa analisa empréstimos para a construção de 65 mil casas no programa, segundo a presidente da Caixa, Maria Fernanda Coelho. Apenas 5% desse número (cerca de três mil) já tiveram o financiamento aprovado. Nenhum projeto, porém, foi assinado no Rio. Ao todo, o banco recebeu propostas de incorporadoras interessadas em construir 385 projetos, a um custo de R$ 4,2 bilhões.

TRIBUTOS REDUZIDOS – O plenário da Câmara dos Deputados votou, ontem, as emendas à Medida Provisória (MP) 460/2009, aprovada na terça-feira. O texto unifica e reduz tributos para as construtoras de imóveis no âmbito do “Minha casa, minha vida” e, também, para motocicletas, nacionais ou importadas. A matéria seguirá agora para o Senado, onde tramita a MP 459, que criou o programa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.