30/10/2006

Caixa Econômica Federal financia aquisição de lote

Fonte: O Estado de S. Paulo

Para adquirir terrenos é possível recorrer às ofertas de loteamentos urbanizados com infra-estrutura (água, esgoto, energia elétrica) e outros benefícios que as empresas apresentam em lançamentos.
A maioria dos empreendedores oferece financiamento próprio com pagamento entre 36 meses e 120 meses.

É possível também buscar o financiamento na Caixa Econômica Federal. Menos requisitado que a compra de imóveis prontos ou na planta, o serviço do banco tem alternativas para diferentes tipos de faixa de renda.

Segundo a gerente de Mercado da Caixa, Márcia Ivanisk, o produto mais atraente ao público na cidade de São Paulo para financiar terrenos é a Carta de Crédito a partir de R$ 15 mil. “Não há restrições. A pessoa que já tem imóvel pode recorrer a esse financiamento porque ele é feito com recursos da própria Caixa”, afirma Márcia.

É possível financiar até 60% do valor do terreno e os juros são de 15,5% ao ano mais TR (taxa de referência). Mas não se pode financiar a terra nua (sem imóvel) com uso da conta do FGTS. “Depois da construção da casa o proprietário pode abater a dívida do financiamento do terreno do seu FGTS, já que com a casa pronta o terreno é considerado imóvel”, esclarece Márcia.

Para orçamentos mais modestos há o financiamento que utiliza os recursos do FGTS acessível para quem ganha até R$ 1,2 mil. “Neste caso o limite máximo do valor do financiamento é de R$ 15 mil”, diz a gerente de Mercado da Caixa. É possível também financiar o terreno (em até R$ 15 mil) e a construção da casa, tudo no valor máximo de R$ 72 mil.

Quando o consumidor faz o pedido de financiamento, a Caixa faz avaliação de quanto vale a área e exige documentos para certifica-se de que não há problemas legais. Um dos documentos exigidos é o carnê do IPTU (Imposto Territorial e Urbano) que prova que o lote é urbano, além da análise cadastral do proprietário e emissões de certidões negativas dos cartórios.

Para quem vai pedir o financiamento é preciso apresentar RG, CIC e comprovantes de renda. (A.P.)

Serviço – Informações no site www.secovi.com.br; www.cef.org.br [ 2107 ]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.