19/10/2011

Casa Cor comemora 21 anos em momento de aquecimento do mercado de decoração do país

Fonte: O Globo
Casa Cor comemora 21 anos em momento de aquecimento do mercado de decoração do país
ainel da Orléan que vem com desenho em preto e branco e permite que os pequenos pintem a parede é um dos produtos que serão lançados durante a Casa Cor Rio (Fotos: Divulgação)

O Casa Cor Rio abre as portas do palacete Linneo de Paula Machado a partir desta terça para mostrar ao público o interior do belo casarão em estilo eclético renascentista francês, como também os 54 ambientes da mostra, e ainda ajudar um mercado que só faz se expandir: o de decoração.

Segundo dados da Associação Brasileira de Designers de Interiores (ABD), o setor vem crescendo sempre acima do PIB, no mínimo o dobro e até o triplo, nos últimos dez anos e movimentando, hoje, R$ 60 bilhões anualmente em todo o país. Um dos exemplos disso é o intercâmbio de profissionais entre as cidades.

O arquiteto carioca Maurício Nóbrega, por exemplo, precisou abrir uma filial de seu escritório em São Paulo, com quatro novos colaboradores, para dar conta de atender a todos os clientes de lá.
Luminárias Tite de Marc Sadler. Lançamento da Lumini no Casa Cor

“O escritório do Rio garante suporte, mas sozinho eu já não estava mais conseguindo atender a todo mundo”, explica Nóbrega, que já perdeu a conta de quantos projetos toca ao mesmo tempo.

Em destaque:
Luminárias roubam a atenção no evento – Outro sintoma do crescimento está na abertura de novas lojas. E, neste sentido, Ipanema parece estar se tornando o templo do mobiliário carioca, uma espécie de Gabriel Monteiro (a alameda paulista que abriga diversas lojas de decoração) do Rio. Foi ali, entre as ruas Redentor e Joana Angélica, que o empresário Salomão Crosman resolveu abrir duas novas lojas em julho deste ano: uma filial da Novo Ambiente, com 700 metros quadrados, e uma flagship da marca italiana Kartell, a primeira da cidade.

Casa Cor comemora 21 anos em momento de aquecimento do mercado de decoração do país
Luminárias Tite de Marc Sadler. Lançamento da Lumini no Casa Cor

“Hoje, as pessoas não querem mais comprar qualquer coisa, querem produtos de boa qualidade. Com o boom imobiliário, a classe média ganhando mais e o bom momento por que passa a economia brasileira, de 2009 para cá o mercado de decoração ficou realmente bem mais aquecido”,  avalia Crosman, que espera ver o retorno de seu investimento em até três anos. “Neste momento, o mercado está um pouco mais retraído por conta dessa turbulência mundial, mas acredito que a economia brasileira vai continuar seguindo forte.”

E é em eventos como o Casa Cor que o setor faz grande parte de seus lançamentos. As novidades vão dos revestimentos de pisos e paredes aos metais sanitários, passando, claro, pelo mobiliário para todos os ambientes. Nas fotos acima, você pode conferir novidades que estarão presentes em alguns dos 54 ambientes projetados por 86 profissionais, entre arquitetos, decoradores e paisagistas, que participam desta 21a. edição da mostra.

LEIA MAIS:

Crie uma luminária tropical com lanterna japonesa e flores artificiais

Dicas para dar um toque francês às janelas de vidro da casa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.