01/09/2009

Casa Cor Rio tem reciclagem e tecnologia de ponta em projetos sustentáveis

Fonte: O Globo
Estúdio do colecionador, de Carmen Zaccaro e Marise Kessel, para o Casa Cor Rio 2009 (Foto: Divulgação)
Estúdio do colecionador, de Carmen Zaccaro e Marise Kessel, para o Casa Cor Rio 2009 (Foto: Divulgação)

Rio de Janeiro – O Jockey Club já está preparado para receber a 19º edição do Casa Cor Rio. Nesta terça-feira, o evento abre as suas portas para apresentar soluções alternativas de moradia engajadas na sustentabilidade. Os 51 ambientes produzidos por 76 arquitetos para a mostra estarão distribuídos na Tribuna Popular em uma área total de 14.800 metros quadrados – cerca de 15% superior à edição do ano passado, tanto em área de exposição, como em faturamento.

O evento apresenta moradias que fogem aos padrões arquitetônicos das construtoras, espaços de uso comum, jardins, objetos e materiais, concebidos de forma criativa ou mesmo inusitada. Atendendo aos requisitos para a composição de projetos sustentáveis, os arquitetos utilizam telhados ecológicos, novidades em fibras e resinas naturais e apresentam materiais inusitados em novos usos. O interessante do evento é que as propostas vão da reciclagem à tecnologia de ponta empregada em diferentes ambientes como estúdio inteligente ou sala de cinema.
 
Sintonizada com o comportamento contemporâneo, a mostra apresenta oito moradias de 40 a 75 metros quadrados para diferentes cenários: o de um jovem casal que vive em apenas 56m²; o do estudante que está sempre em trânsito; o do casal que passa temporadas no Rio de Janeiro; o do colecionador de arte; o do casal com anos de matrimônio; o de um profissional que usa o mesmo espaço para trabalho e moradia; o do aficionado por tecnologia e modernidade e o de um adepto da sustentabilidade como filosofia de vida.

O evento também conta com áreas de uso comum, restaurantes, cafés, tabacaria. Burle Marx é homenageado com um jardim de 1400 metros quadrados além de contar com diversas referências em espaços e mobiliários. A preocupação com o verde se revela em diversos projetos que incorporam a vegetação existente ou porque transplantam árvores ou inserem plantas em ambientes, telhados ou paredes.
 
Também a mobília e objetos de decoração compõem atrativos especiais e divertidos nesta Casa Cor. Os visitantes poderão apreciar uma pipoqueira antiga, cadeira de barbeiro customizada com tecidos coloridos, geladeira retro, escultura feita de cápsulas de café, luminárias de cabeça para baixo, as mesas com telas de LCD, quadro com uma Mona Lisa estilizada feito a partir de colagens de revistas, telas à óleo que simulam livros nas estantes, cabeceira de cama usada como encosto na espera do WC Público Feminino, grandes formigas de madeira que sobem pelas paredes da sala de imprensa e ainda um quadríptico com charutos.

A Casa Cor apresenta estilos para todos os gostos, do clássico revisitado, em referência ao ano França no Brasil às formas contemporâneas de decorar os ambientes.

SERVIÇO:
Casa Cor Rio 2009 – De 1 de setembro a 13 de outubro no Jocley Club (Praça Santos Dumont, 31, Gávea – Tribuna C, Rio de Janeiro)
Funcionamento: de terça a domingo, inclusive feriados (dias 7 de setembro e 12 de outubro).
Horário: das 12h às 22h.
Ingressos: de terça a quinta, R$ 25; de sexta a domingo e feriados, R$ 30.
Estudantes e idosos acima de 60 anos apresentando documento oficial pagam meia entrada.
Informações: (21) 2512-2411

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.