15/12/2006

Casa na praia por R$ 35 mil

Fonte: Jornal da Tarde

Praia Grande, no litoral Sul, concentra as ofertas de unidades com preços mais acessíveis na região

Maurício de Souza/AEZap o especialista em imóveis

 

 

As ofertas mais acessíveis para comprar um imóvel no litoral Sul paulista concentram-se na cidade de Praia Grande. Os empreendedores começam a investir em construções de um padrão mais elevado, mas ainda é possível comprar unidades simples, a partir de R$ 35 mil. De acordo com corretores de imóveis da região, a prefeitura tem investido pesado em infra-estrutura para incrementar o turismo.

A cidade melhorou muito, destacam os corretores consultados. O esgoto atualmente é tratado, o calçadão está arrumado e há câmeras em toda a orla, para garantir a segurança dos turistas.

Um dos empreendimentos de padrão médio-alto em destaque na cidade é o edifício João Galavoti, localizado na praia Tupi. O prédio possui unidades de três dormitórios e também área de lazer completa. Os apartamentos são negociados a partir de R$ 280 mil.

Mais procurados

Para quem procura apartamentos menores a opção é o Edifício Max 6, com unidades de um e dois dormitórios, a partir de R$ 88 mil, localizado na praia da Aviação.

No entanto, de acordo com os corretores de imóveis, o que movimenta mesmo o mercado imobiliário na Praia Grande são os imóveis usados, os mais procurados, frisam as fontes consultadas.

Apartamentos pequenos, em prédios baixos, com idade entre 15 e 20 anos, podem ser encontrados por valores bem atraentes. De acordo com os corretores consultados, a média para unidades de um dormitório é de R$ 35 mil.

Os apartamentos de dois dormitórios são negociados por R$ 60 mil, em média. Já as unidades de três cômodos podem ser encontradas por R$ 90 mil.

Nas cidades de Itanhaém e Mongaguá existem poucos lançamentos imobiliários, segundo os profissionais do ramo de corretagem de imóveis da Baixada Santista. O mercado de usados é que está mantendo o segmento aquecido no litoral.

A expectativa do setor é de um crescimento de 30% neste ano, calculam os especialistas entrevistados pela reportagem.

Lançamentos

A maior procura é por unidades de dois dormitórios, que são encontradas na faixa de preço de R$ 80 mil a R$ 90 mil, e de três dormitórios, entre R$ 130 mil e R$ 150 mil, em ambas as cidades.

Em Mongaguá, há lançamentos de padrão médio, como o Ilhas Gregas, de frente para o mar, com unidades de dois e três dormitórios, a partir de 80 mil.

No centro de Itanhaém o destaque fica por conta do Vila D’Ouro, com unidades de dois e três dormitórios, de padrão médio-alto, com área de lazer. Os apartamentos custam a partir de R$ 170 mil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.