10/03/2015

Casas em Exposição

ZAP e FCB Brasil aproveitam casas à venda para dar chance a novos artistas plásticos em projeto de exposição inédito em São Paulo

Fonte: Revista do ZAP

O ZAP , maior portal imobiliário do País, apostou na ideia da agência FCB Brasil e apresenta o projeto ‘Casas em Exposição’. A ação inovadora, criada pela FCB, propõe explorar os espaços de imóveis à venda para expor obras de arte de novos artistas plásticos da cena paulistana.

A próxima edição da mostra – que tem entrada gratuita – fica aberta ao público nos dias 28 e 29 de março, das 10h às 18h, na Rua Dona Ana Helena de Salles Gusmão, 176, Jardim Paulistano, São Paulo (SP).

Casa-expo2
Casa que está localizada no Jardim Paulistano receberá exposição de diversos artistas pelo projeto “Casas em Exposição” (Fotos: ZAP)

“Esta é uma ideia poderosa porque todos ganham: quem quer expor arte ganha um espaço e quem quer expor um imóvel ganha público e visitação”, diz Joanna Monteiro, VP de Criação da FCB Brasil.

Os visitantes terão acesso às obras de artistas contemporâneos com curadoria de Marcelo Sassur, da Hubb – Arte em Projetos, que se baseou no conceito principal do projeto: oportunizar um espaço de visibilidade a novos artistas ou artistas que tivessem carência de um local diferente do tradicional – e muitas vezes inacessível – como a galeria.

O projeto cultural será apresentado em duas casas que estão anunciadas entre as mais de 500 mil ofertas do ZAP. A escolha dos imóveis foi feita por algumas peculiaridades e entre elas estão: arquitetura moderna em construções antigas, integração de espaços e áreas de jardins projetadas para plantio.

Para Eduardo Schaeffer, CEO do ZAP, apoiar a iniciativa reforça o posicionamento proativo da empresa e o incentivo à cultura. “Além de inovador e ousado, o projeto valoriza os espaços com o conceito da arte, o que atrai ainda mais o comprador que preza por isso, resultando em combinação perfeita de lazer com oportunidade onde todos ganham: artistas,  proprietários, público e a cidade”, diz Schaeffer.

Agenda – “Casas em Exposição”

Data: 21 e 22/03
End.: Rua Poconé, 477 – Sumaré – São Paulo
Data: 28 e 29/03
End.: Rua Dona Ana Helena de Salles Gusmão, 176 – Jardim Paulistano – São Paulo

Horário: 10h às 18h.
Entrada gratuita.

Confirme sua presença e convide seus amigos:

 

 

 

 

Veja a lista completa dos artistas que vão participar da mostra nos dias 28 e 29:

Claudyo Casares, 61 anos. Utiliza tinta acrílica sobre tela e tem a onça como ilustração recorrente em sua obra.

Bia Corradi 28 anos. Trabalha com tinta acrílica, aquarela e óleo. Tem como inspiração pessoas e suas histórias.

Yumi Shimada, 26 anos. Trabalha com colagem. Costuma usar recortes de livros antigos, documentos, papeis e também folhas, chá, café e outros materiais naturais.

Samuel Luis Borges, 27 anos. Utiliza tinta acrílica sobre tela e atualmente usa a espátula para diferenciar seu trabalho.

Carolina Saidenberg, 38 anos. Normalmente trabalha com tinta a óleo, mas tem obras feitas com técnica mista de óleo, tinta acrílica, grafite e douração. Tem inspiração na cultura oriental.

Renan Santos, 30 anos. Faz desenhos a lápis, pena e naquim. Tem trabalhos também de gravura em metal, pintura a óleo, guache e aquarela. Também tem murais com spray, pva e caneta posca.

Marco Aurélio, 43 anos. Trabalha com fotografia. Gosta de fotografar pessoas na sua simplicidade .

Thiago Cagiano, 35 anos. Desenvolve estudos em argila para, em seguida, fazer a cópia em resina.

Sam Seabra. Usa técnicas com óleo, tinta acrílica e spray.

Caju, 42 anos. Explora a técnica mista, com látex, caneta, estêncil e mão livre. Possui telas inspiradas em músicos que escuta e admira.

Mika Moret, 21 anos. Desenvolve trabalhos com fotografia com manipulação digital, em alguns casos.

Juliana Fusco, 31 anos. Utiliza técnicas com tinta acrílica, aquarela, giz de ceira, lápis de cor e colagens.

Aldrin Booz, 35 anos. Serigrafia, tinta vinílica sobre papel de algodão e lápis de cor aquarelável são as técnicas utilizadas nos trabalhos expostos.

Osvaldo Piva, 44 anos. Trabalha com desenho digital, pintura e escultura.

João Di Souza, 38 anos. Desenvolve trabalhos de pintura figurativa utilizando a tinta acrílica. Suas obras são marcadas por traços realistas com grande número de símbolos e significados, utilizando muita cor.

Fernando Lessa, 30 anos. Desenvolve trabalho com fotografia. Usa papel de prata, tinta óleo e outros pigmentos em suas obras.

Felipe Fego, 25 anos. Dos trabalhos expostos utilizou técnica de repetição e padrões, junto ao pontilhismo.

Charles Oak. Tem desenhos e telas. Usa tinta acrílica e explora bem detalhes e expressões.

Raphael Taira e Caio Leska. Explorando e observando a riqueza do fundo do mar, a dupla criou uma série de quadroscom inspiração vinda dos peixes e texturas que mais impressionam.

 

+ Faça você mesmo – Ovos de Páscoa de corda para enfeitar sua casa

+ Aprenda a posicionar quadros nas paredes da sua casa

+ Valorize sua casa com a iluminação correta

+ Saiba como decorar um ambiente a partir do objeto que você mais gosta

 

+ Veja mais casas à venda no ZAP

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.