11/12/2014

Categorias e regras ajudam a manter objetos organizados em casa

Categorias e regras ajudam a manter objetos organizados em casa

Fonte: Revista do ZAP

Veja exemplos de como levar ordem para os ambientes e aplique as dicas no seu lar

Olá, querido leitor,

Como colunista aqui na revista Pense Imóveis, espero (e quero!) ajudar você a colocar mais ordem, beleza e organização em sua casa e em sua vida. Nesses quase três meses desde que a coluna começou, venho me dedicado muito para oferecer matérias de qualidade e com propósitos simples e práticos de como organizar tudo. Espero, também, que você esteja seguindo algumas das dicas que minha experiência comprova. É tudo para melhorar seu bem-estar físico e mental.

Os resultados são extraordinários! Afinal, quem não gosta de uma casa com tudo em ordem e com cada coisa em seu lugar? Quem não adora encontrar um documento em apenas um minuto ou menos? Ou saber exatamente onde está aquele livro para poder emprestar a um amigo? Ou, que tal, pensar em uma música e encontrar o arquivo digital em segundos? Resumindo: quem não gosta da beleza, elegância e requinte de ter tudo ordenado e bem disposto?

Em todo e qualquer ambiente que você quiser organizar, o inicio será sempre o mesmo: comece pelo começo. O que isso significa? Reúna todos os itens da organização que você vai executar. Por exemplo, vasculhe gavetas, prateleiras e todos os lugares onde possam estar os itens que devem ser ordenados – vale procurar também nos locais improváveis! Isso evita aquela célebre e constante frase: por onde eu começo?

O primeiro exemplo que mostro para vocês é de organização de CD’S (foto de abertura):

Passo 1: Colete todos os CD’S espalhados pela casa inteira e concentre todos no mesmo lugar;

Passo 2: Encontre o melhor local para organizá-los e acomodá-los de forma prática, bonita e bem disposta. Para isso, use a lógica da quantidade e a criatividade para dispô-los de forma impecável no móvel;

Passo 3: Crie categorias, como MPB, jazz, musica clássica, axé e, somente depois de classificá-los, coloque-os por ordem alfabética.

Simples e organizado, não é mesmo?

O outro exemplo prático que trago hoje é para por ordem em livros:

Passo 1: Siga o que indiquei como a primeira tarefa do exemplo anterior;

Passo 2: Veja também o que mostrei no passo 2 de antes;

Passo 3: Defina os assuntos que mais gosta em, no máximo, dez categorias: bibliografias, dicionários, artes, pets etc.

Passo 4: O seu acervo pessoal de livros seguirá uma lógica diferente da utilizada em bibliotecas. A estante pode – e deve, por exemplo, receber itens decorativos. Separe, então, as principais categorias com algum objeto de decoração. Dessa forma, o ambiente ficará um espetáculo à parte!

estante-livros-organização

Como especialista em organização, acredito nos detalhes. Naqueles pequenos toques que fazem toda a diferença. De nada adianta ter um closet gigante, cheio de roupas e acessórios, mas com tudo na maior bagunça. Você ficará estressado por não encontrar instantaneamente tudo o que procura. 

Está com receio de colocar a mão na massa? Comece, então, organizando itens ou ambientes que exijam pouco envolvimento e dedicação. Você ficará tão feliz e satisfeito com os resultados imediatos de sua mais nova habilidade que ficará motivado para organizar cada vez mais e melhor.

Por fim, divido com vocês uma frase que considero sensacional:
“Não vemos as coisas como elas são, mas como nós somos”
Anais Nin

Uma semana impecável a todos e até quinta que vem!

rosângela campos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.