05/06/2009

CEF reduz juros do crédito imobiliário

Fonte: O Estado de S. Paulo

Banco público diz que liberou R$ 13,2 bilhões nos cinco primeiros meses do ano e anuncia redução de juros

A Caixa Econômica Federal (CEF) liberou neste ano até maio R$ 13,2 bilhões para financiamentos habitacionais, valor 106% superior ao registrado em igual período de 2008. O número de contratos chegou a 275.464, uma evolução de 113% na mesma base de comparação. Além disso, a Caixa anunciou uma redução nas taxas de juros para esse tipo de financiamento.  

Nas operações feitas com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), os juros estão entre 8,2% ao ano e 11,5% ao ano, mais a TR. De acordo com a instituição financeira, as alterações podem reduzir o valor das prestações em até 10,58%. O banco federal tem participação de 70% no crédito imobiliário do País.

 

Para os imóveis se enquadrem no Sistema Financeiro da Habitação (SFH), as taxas variam de 8,2% ao ano a 8,9% ao ano para as unidades habitacionais avaliadas em até R$ 150 mil. Os juros variam de acordo com a opção de pagamento, sendo mais baixo para os clientes que possuam cesta de serviços e mais alto para os optarem fazer o pagamento via boleto. Antes da redução, as taxas variavam entre 8,4% ao ano e 9,4% ao ano. Para a aquisição de residências entre R$ 150 mil e R$ 500 mil, as taxas variam de 9,5% a 10,5% ao ano, ante os 9,5% a 11,5% ao ano cobrados anteriormente para essa faixa de preço.

 

Nas operações fora do SFH, aquelas com imóveis avaliados em mais de R$ 500 mil, a taxa de juros foi reduzida em meio ponto porcentual, variando agora entre 10,5% ao ano e 11,5% ao ano.

 

A CEF informou ainda que pretende liberar neste ano R$ 30 bilhões para as operações de financiamento imobiliário, acima da projeção anterior, que era de R$ 27 bilhões. No mês passado, o vice-presidente de Governo, Jorge Hereda, afirmou que o programa federal “Minha Casa, Minha Vida” faria com que a projeção de R$ 27 bilhões fosse superada, mas na ocasião não anunciou o novo número.

 

São Paulo responde por 31,5% de todas as liberações feitas pela CEF em 2009, totalizando R$ 4,159 bilhões e 88 mil contratos. É o Estado que possui a maior participação no financiamento imobiliário da CEF.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.