18/03/2007

Certificação de construção pode chegar ao Brasil

Fonte: O Estado de S. Paulo

No Brasil, ao contrário de países como Estados Unidos, Canadá, México, Espanha, China e Índia, ainda não existe uma certificação própria para empreendimentos construídos sob os conceitos de sustentabilidade.

Mas nos próximos meses, o professor do Departamento de Engenharia de Construção Civil da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Cláudio Alencar, juntamente com outros especialistas da área, pretende montar uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) com o objetivo de desenvolver um sistema brasileiro de certificação, tendo como base a matriz energética brasileira, que causa um tipo de impacto ambiental específico.

Uma das certificações para empreendimentos sustentáveis mais conhecidas é o Leadership in Energy and Environmental Design (Leed), emitida pelo United States Green Building Council (USGBC), que define requisitos mínimos e critérios para a classificação de sustentabilidade de empreendimentos comerciais e residenciais.

Alguns conceitos

Eficiência energética – Empreendimento energeticamente eficiente, com impacto direto na redução do consumo e na conta de energia.

Racionalização do uso da água – Eficiência no consumo, privilegiando o aproveitamento de água de chuva, reúso de água e equipamentos de consumo reduzido, baixando os gastos.

Sustentabilidade dos materiais – Construção que empregue madeiras certificadas ou de reflorestamento, materiais reciclados ou materiais de origem mais próxima ao empreendimento, entre outros.

Sustentabilidade do espaço – Comprometimento com a sustentabilidade no seu espaço, preservando a biodiversidade local, integrando-se a serviços da comunidade, reduzindo as necessidades de deslocamentos com combustíveis fósseis.

Leia também

De soluções simples à alta tecnologia

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.