29/12/2008

Com a crise da bolsa, invista em imóveis

Fonte: Jornal da Tarde

A volatilidade das ações recomenda cautela ao investidor, que pode ganhar com o aluguel

Ofuscados pela bolsa de valores nos últimos anos, os imóveis voltaram a ser a bola da vez em matéria de investimentos. Com a oferta reduzida de casas e apartamentos nas grandes cidades, a compra de imóveis para locação tornou-se mais rentável: em 2008, os aluguéis subiram em média 12,5% na cidade de São Paulo, acima dos principais índices de inflação. No mesmo período, a bolsa despencou 38,11%.

Esses bons resultados da locação, ao que tudo indica, vão continuar em 2009. José Roberto Federighi, vice-presidente de locação do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis de São Paulo (Secovi-SP), explica que a carência de imóveis impulsiona os valores dos aluguéis e reduz os riscos para o investidor. ?Hoje, você consegue alugar antes mesmo que o antigo inquilino saia do imóvel.?

Em São Paulo, o Índice de Velocidade de Locação (IVL) era de 35 dias em 2005. Atualmente, ele está em 11,5 dias, segundo o Secovi.

A gerente-geral da administradora Lello, Roseli Hernandes, afirma que, com a queda da bolsa de valores, muitos investidores estão migrando para o mercado imobiliário. ?Além da alta do aluguel, o investidor é favorecido pela valorização da propriedade ao longo dos anos?, diz.

O empresário Hélio Soffiati, de 57 anos, sempre investiu em imóveis, terrenos e galpões para locação. Ele não se arrepende. ?No passado, até pensei em aplicar na bolsa, mas desisti. Além disso, sempre ganhei dinheiro com imóveis. Posso não ter ganhado muito, mas também não perdi.?

A segurança é outro fator que desperta o interesse dos investidores. Enquanto a bolsa deve continuar volátil em 2009, o aluguel representa uma renda estável.

ESCOLHA DO IMÓVEL – O investimento em imóveis exige, porém, cuidados. Em São Paulo, a demanda é maior por imóveis com aluguéis entre R$ 800 e R$ 1 mil. Se estiverem próximos do metrô ou universidades, eles praticamente não ficam vazios – às vezes há filas de espera para determinados apartamentos.

Roseli, da Lello, explica que o valor do aluguel na Capital varia entre 0,7% e 1,2% do valor total do imóvel. Os mais rentáveis para o investidor são os comerciais e os residenciais com grande procura.

Ela dá algumas dicas para potenciais investidores. ?Imóveis na região do Shopping Anália Franco, no Tatuapé, e na Avenida Paes de Barros, na Mooca, são exemplos de valorização?, afirma Roseli.

Para encontrar as melhores oportunidades de investimento, o mais indicado é contar com a ajuda de uma imobiliária. ?Faz a diferença comprar o imóvel com um bom preço?, ressalta o consultor financeiro Ricardo Melo. ?Se você comprar por R$ 80 mil um imóvel que vale R$ 100 mil, já vai ganhar com a valorização no longo prazo?, explica o especialista.

Imóveis bem localizados, próximos de estabelecimentos comerciais e distantes de avenidas muito movimentadas também são disputados por quem pretende alugar. ?Procure uma corretora em que você confie?, ressalta Melo. ?Assim vai ficar mais fácil identificar os melhores negócios disponíveis?, conclui.

O QUE AVALIAR NA HORA DA COMPRA ? Localização: Imóveis próximos de bairros movimentados, universidades e do metrô são muito procurados. Lugares violentos ou com excesso de poluição sonora, por outro lado, são evitados.

Valor do aluguel: Em São Paulo, imóveis com aluguéis inferiores a R$ 1 mil são mais fáceis de serem alugados. Mas a procura por apartamentos e casas mais caras também é grande atualmente.

Oportunidades: Quem paga à vista também tem a chance de negociar o valor de compra e ganhar com isso. No longo prazo, se o imóvel estiver bem localizado, as chances de valorização são maiores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.