07/02/2013

Com Copa, São Paulo e Rio de Janeiro veem alta nos preços dos imóveis

Em São Paulo, os apartamentos de dois dormitórios sofreram um reajuste de 14,86%, já no Rio os valores subiram em até 159%

Fonte: ZAP Imóveis

Com Copa, São Paulo e Rio de Janeiro veem alta nos preços dos imóveis

Não serão somente os corintianos que se beneficiarão com o estádio que está em construção no bairro Itaquera, na zona leste de São Paulo, e que será sede de alguns jogos da Copa do Mundo de 2014. O mercado imobiliário também já sentiu o impacto das obras da nova arena esportiva e já tem registrado uma alta significativa nos valores praticados na comercialização dos imóveis.

Segundo a última pesquisa feita pelo Creci-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis), em julho de 2012, o preço das casas de dois dormitórios, por exemplo, aumentou 54,36%, com o metro quadrado saltando de R$ 2.272,66 para R$ 3.508,06, na média.

Em São Paulo, os apartamentos de dois dormitórios sofreram um reajuste de 14,86%, com o preço médio do metro quadrado evoluindo de R$ 2.658,49 para R$ 2.826,40, enquanto os imóveis com três dormitórios tiveram valorização de 17,93%, com um valor de R$ 3.333,13 por metro quadrado.

“Em geral, os preços dos imóveis inflacionaram quase 40% em relação ao que era há dois anos. Tudo por causa do efeito Copa”, afirmou Reis Ferreira da Silva, responsável pela Delegacia Seccional da Zona Leste do Creci.

Para ele, as operações de venda registradas nesse mercado, com preços finais negociados, principalmente, por imobiliárias e corretores de imóveis, indicam uma antecipação de tendência por conta da mudança que as obras do estádio e em seu entorno vão trazer àquela região.“Itaquera ainda tem muito espaço físico e terreno para se construir”, completou Silva.

Veja casas à venda no RJ

Ainda segundo o Creci, entre os imóveis mais procurados em Itaquera, as casas de 1 e 2 dormitórios (com 35% das consultas), os apartamentos de 1 e 2 dormitórios (também com 35%), as casas de 3 dormitórios (23%) e os apartamentos com 3 dormitórios (5,9%) foram os mais cobiçados. Não houve registro de procura por casas e apartamentos de 4 ou mais dormitórios.

“Com certeza, a presença do estádio afetou os preços dos imóveis. Realmente, os valores estão acima do padrão. Mas, isso também é fruto de muita especulação. Tem muita gente colocando o preço lá em cima para tentar levar vantagem por causa disso”, ponderou Marcos Antonio Arroio Garcia, gerente da Imobiliária Força, que comercializa imóveis na região do novo estádio.

Ele acrescentou ainda que a região de Itaquera já conta com metrô, shopping, comércio, e que os imóveis não eram para estarem com preços tão altos somente por causa da vinda da arena corintiana.

No Rio de Janeiro, a história também se repete. Segundo o Secovi-RJ (Sindicato da Habitação) fluminense, com tantos eventos de grande porte – Copa das Confederações em 2013, Copa do Mundo de Futebol em 2014, Olimpíadas em 2016 – que irão ocorrer na cidade, o mercado imobiliário carioca se mantém aquecido. Por conta disso, em alguns bairros da capital carioca o preço dos imóveis à venda dobrou. Enquanto no mercado de locação, os valores subiram em até 159% em 2010, segundo dados mais recentes da entidade.

Desde que foi confirmada pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) como sede dos Jogos Olímpicos e pela Fifa, a cidade tem recebido grandes investimentos em infraestrutura para recepcionar, acomodar e fornecer mobilidade de qualidade a milhões de brasileiros e turistas estrangeiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.