15/04/2009

Como decorar a varanda

Fonte: O Globo

Móveis confortáveis e resistentes para decorar a varanda da casa

É na varanda da casa que amigos e familiares se reúnem para conversas, comilanças, cantorias e até, quem sabe, para se refugiar em leituras e descansos. Para tornar esses encontros mais aconchegantes e prolongados, o morador pode contar com opções de móveis arrojados e resistentes às intempéries do dia. As lojas especializadas em mobiliário para o lar, atentas ao vínculo cada vez maior entre a varanda e os espaços internos da casa, investem em cadeiras, poltronas, chaises e mesas de madeira e tecidos preparados para ambientes ao ar livre. O preço de todo esse conforto pode ir de R$ 575, no caso das cadeiras, à R$ 4.444, valor de um sofá de dois lugares.

A Butzke, empresa catarinense especializada em mobiliário para o lar, lançou recentemente uma linha de produtos para varandas e piscinas com poltronas, cadeiras e mesas feitas em madeira de eucalipto com acabamento Stain, que protege os móveis das ações do sol, da chuva, do vento, assim como de fungos. Uma das novidades da loja é a Chaise Ibiza, desenhada sob inspiração das ondas do mar. As clássicas cadeiras de diretor recebem forros de tecidos repelentes à água e sujeira e com diferentes opções de estampa.

“Hoje, é comum você encontrar varandas integradas à sala e à cozinha, pois são espaços bastante utilizados para convívio. Resolvemos investir em mobiliário e revestimentos que atendessem a essa nova forma de pensar os ambientes externos da casa, não mais como um adendo, e sim como uma extensão da sala. Por isso, pensamos em um mobiliário com desenhos arrojados, com opções de cadeira com forro em algodão para dar mais conforto ao usuário. Todos os produtos recebem tratamento com filtro solar, fungicida e inseticida”, diz o diretor comercial da Butzke, Michel Otte.

Na loja Mac Rio há opções de móveis sofisticados feitos com cumaru, um tipo de madeira resistente às chuvas e ao sol. Na atual coleção da empresa, o morador pode encontrar peças com design diferentes, como as mesas com tampos giratórios e as poltronas de fibra sintética que também assumem a função do giro. A gerente comercial da empresa, Andrea Zeitune, sugere alguns materiais para uso em áreas ao ar livre.

Chaise para decorar a varanda com conforto e resistência, da Mac

“Os materiais mais indicados para ambientes externos, como a varanda, são o alumínio, a fibra sintética assim como madeiras que possam ficar expostas às agressões do dia. Nós usamos a cumaru que é bastante resistente. A tendência atual é usar madeiras nesses espaços que podem ser misturados a diversos materiais usualmente adotados nas áreas externas. Os tecidos impermeáveis náuticos e o acrílico são bastante utilizados na forração dos móveis e oferecem boa proteção” diz Andréa Zeitune.

Mesmo que o mobiliário receba os melhores tratamentos contra as ações do tempo, o morador deve, ainda assim, estar atento à localização do imóvel. De acordo com Flávio Hermolin, as áreas externas de casas próximas à praia não devem ser adornadas com vidros, devido à sujeira causada pela maresia. Os revestimentos, segundo ele, também são itens importantes que devem ser levados em conta na hora de pensar a decoração da varanda.

Poltrona Giratória, da Mac, com capota para proteger o usuário durante o descanso

“Eu costumo usar revestimentos industrializados ou provenientes de minerais naturais, como pedras artesanais. Esses não sofrem praticamente nada com sol e chuva e são facilmente laváveis. Não aconselho revestimentos de fibras naturais e tecidos, pois o vento e o sol certamente irão alterar a cor deles”, explica Flávio Hermolin.

A manutenção dos móveis e revestimentos desses espaços abertos deve ser feita com pano e água. Segundo Hermolin, os fabricantes de móveis de madeira pra área externa ainda aconselham os clientes a fazerem uma revisão semestral, com lixa e aplicação de cera. E ele ainda dá uma dica aos que desejam criar uma área verde junto à varanda.

“Antes de fazer o jardim ou horta seria bom se certificar de que a varanda foi impermeabilizada para receber uma jardineira. Caso contrário o morador deve fazer seu jardim somente com vasos e bandejas, captando a água para o ralo”, revela Flávio Hermolin.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.