Como dividir o quarto de casal com o bebê

A chegada de um bebê costuma trazer mudanças não apenas na vida da mãe e do pai, mas também na rotina da casa. E isso inclui alterações na infraestrutura do imóvel. É preciso abrir espaço ou adaptar o ambiente para recepcionar o novo pequeno membro na família. Para amenizar o cansaço da nova rotina, muitas famílias optam por dividir o quarto de casal com o bebê. Saiba como é possível dividir o quarto de casal com bebê mantendo a beleza e conforto na decoração.

Leia também

+ Veja 7 dicas para otimizar o espaço em casa

+ Faça uma área de lazer na sua casa sem precisar de grande reforma

Para muitos, compartilhar o quarto de casal com o bebê ajuda na rotina com recém-nascido e o tamanho da adaptação depende da escolha de cada família ou do espaço disponível. Muitas vezes, a opção é por colocar um berço portátil ao lado da cama de casal. “O mini berço é uma excelente solução, ajuda na fase de transição do recém-nascido para o seu quarto. Existe também o mini berço camping, que tem rodinhas, é desmontável e pode ser levado para qualquer lugar”, elenca a arquiteta Vanessa Gomes, do escritório Mucam Arquitetura.

Quarto com mais espaço pode ter soluções para garantir uma maior privacidade

Porém, se o ambiente tem mais espaço disponível, é possível buscar soluções que garantam maior privacidade. “Caso o quarto tenha dimensões generosas, pode ser compartilhado com berço e poltrona de amamentação. O uso de tapete para setorizar o cantinho ou parede de destaque com pintura ou papel de parede pode ser suficiente para criar uma nova atmosfera no ambiente. O casal ainda pode lançar mão de cortinas ao redor do cantinho do berço ou elemento divisório como biombo ou móvel”, detalha a arquiteta.

O cantinho reservado ao bebê no quarto compartilhado pode receber detalhes que vão deixa-lo mais bonito e acolhedor. “O uso de nichos e prateleiras na parede pode ser solução para criar elementos de apoio funcional e também pode colocar objetos de decoração. Mesinha de canto também é bem-vinda, assim como iluminação com abajur de mesa ou piso”, explica Vanessa.

Compartilhar o quarto pode ajudar na rotina com o recém-nascido

No caso de optar pelo compartilhamento do quarto do casal com o bebê, mas mantendo a independência, é importante ter cuidado com as cores para criar uma harmonia no ambiente. “Nesses casos, é interessante optar por móveis de base neutra com tons de branco, madeira ou claros para que fique mais fácil criar um cantinho personalizado para o bebê em harmonia com o todo. Tudo deve ser pensado com cuidado entre a harmonia entre cores e estilos para não sobrecarregar o ambiente”, conclui.

Leia mais

+ Saiba o que é um loft e como fazer a decoração

+ Morar em um cômodo: como decorar um espaço pequeno

Exit mobile version