30/10/2006

Comprador pode alterar o imóvel ainda na planta

Fonte: O Estado de S. Paulo

Derrubar paredes, eliminar corredores ou escolher as cores da nova casa. Já pensou poder fazer tudo isso sem maior tempo de espera ou gastos adicionais, enquanto seu imóvel é construído? Pois este tipo de serviço, antes exclusivo para os lançamentos de alto padrão, já estão chegando à classe média, chamando a atenção de consumidores e … Continue lendo “Comprador pode alterar o imóvel ainda na planta”

Derrubar paredes, eliminar corredores ou escolher as cores da nova casa. Já pensou poder fazer tudo isso sem maior tempo de espera ou gastos adicionais, enquanto seu imóvel é construído? Pois este tipo de serviço, antes exclusivo para os lançamentos de alto padrão, já estão chegando à classe média, chamando a atenção de consumidores e impulsionando vendas. Com essa novidade, conforme o empreendimento, o cliente compra o apartamento antes do início das obras pode escolher entre diversas opções de plantas, cores de piso e paredes.

Está crescendo o número de lançamentos na capital que oferecem esse sistema de escolha, mas poucos clientes conhecem a mordomia. Muitos procuram a nova casa apenas pela localização ou preço e outros, que chegam a adquirir o apartamento sem saber da vantagem, se surpreendem com a possibilidade de modificar a planta sem custos adicionais, como no caso do comerciante Vlamir Parada.

“No momento em que eu já estava fazendo a aquisição do apartamento, o corretor me deu a idéia de mudar a planta. Acabei inutilizando o terceiro quarto e fiz a sala de TV. Sou casado, tenho só um filho e ficamos com um apartamento bem grande”, conta Parada, que adquiriu uma unidade no condomínio Cores da Barra, com 93m², e oferecia 33 opções diferentes entre plantas e materiais no lançamento.

O consultor Mario Pinheiro, que adquiriu um imóvel no condomínio Singolare, ficou sabendo que podia fazer alterações no projeto quando foi visitar o empreendimento. “Havia gostado já da planta original e localização. Eu nem estava pensando na personalização quando fui visitar o local, mas vi a conveniência de fazê-la, o que me convidou mais a decidir pela compra”, afirma.

Há também os mais radicais, como o corretor de seguros André Gersenzon, que mudou praticamente tudo em seu apartamento, também no Cores da Barra. Nas transformações, ele abriu a cozinha e dois quartos, ficando com uma uma suíte bem grande.

Planos – A personalização, aos poucos, está chegando nas grandes construtoras. A Klabin Segall fez vários lançamentos com a opção e disponibiliza um arquiteto para cada cliente. A intenção, conforme Marcella Carvalhal, gerente de marketing da empresa, é de, no futuro, incluir um pacote completo de serviços, englobando móveis e iluminação: “com os projetos em conjunto, o morador poderia estar diluindo o pagamento nas prestações do apartamento e entrando no imóvel com tudo pronto”, afirma.

A construtora Setin promete investir na personalização de imóveis para classe média, com ênfase no acabamento. “Estamos nos preparando para oferecer esse serviço no segundo semestre. É uma tendência forte, pois cada vez mais os consumidores querem fazer valer seus investimentos”, afirma Antonio Setin, presidente da empresa.

Entretanto, o custo ainda é um detalhe essencial para a classe média. Por isso, imóveis personalizados destinados a esse público devem continuar sendo, pelo menos por enquanto, vendidos a preço de mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.