22/03/2016

Cobrar o condomínio atrasado ficou mais rápido

Novo código acelera o rito de cobrança

Fonte: ZAP em Casa

Entrou em vigor no último dia 18 de março o Novo Código de Processo Civil, que acelera o rito de cobrança. De acordo com a novidade agora é possível frear a alta na inadimplência no pagamento do condomínio mensal, ao permitir maior agilidade no rito de cobrança dos atrasos.

+ Caixa Econômica aumenta para 70% financiamento de imóveis usados

+ IPTU 2016 tem reajuste de 9,5% no valor do m²

As ações de cobrança de cotas de condomínio em atraso agora passam a ser consideradas títulos executivos extrajudiciais. A citação ao condômino devedor poderá ser feita por Correio, via carta registrada, bastando que o porteiro, um familiar ou vizinho assine o aviso de recebimento.

cobranca
A inadimplência subiu cerca de 12% nos condomínios residências no período de um ano (Foto: Reprodução/Shutterstock)

O condômino terá três dias para se defender. Caso contrário a Justiça poderá determinar a penhora das contas bancárias ou do próprio imóvel do inadimplente. Antes do novo CPC, a ação de cobrança do condomínio contra os devedores não entrava direto na fase executiva, podendo levar, dependendo do caso, até cinco anos para isso ocorrer.

De acordo com pesquisa da Lello, a inadimplência subiu cerca de 12% nos condomínios residências no período de um ano. O estudo foi feito com base em 2 mil prédios gerenciados pela empresa na capital paulista, Grande ABC, Campinas e no litoral, onde vivem cerca de 150 mil famílias.

+ Os pontos mais cobiçados de Belo Horizonte

+ Preço médio de locação manteve estabilidade entre janeiro e fevereiro

+ Diárias para o feriado da Páscoa estão mais baratas em São Paulo

+ Faça as contas para saber se o imóvel cabe no bolso

+ Confira uma linha do tempo sobre à venda de imóveis no Brasil

+ Preço médio do metro quadrado apresentou menor variação desde 2008

+ Saiba quanto gastar com documentos para comprar um imóvel

+ Saiba qual tipo de imóvel e onde vale a pena investir

+ Alugue seu imóvel durante as Olímpiadas e tenha uma renda extra

+ Ferramentas do ZAP ajudam na hora de comprar ou alugar um imóvel

 

 

 

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

10 Comentários

  1. Hoje sou sindico de um condomínio que tem 1.200.000,00 a receber de inadimplentes, porém o condomínio não tem dinheiro para pagar as taxas judiciais para ajuizar as ações de cobrança, portanto só cobrei dos 3 maiores devedores. Tive a informação que com o novo CPC as taxas judiciais continuariam que ter que ser recolhidas pelo condomínio antes do inicio da cobrança. Isto é verdadeiro, o condomínio e o condômino tem que recolher as taxas judiciárias, no caso do condômino caso ele queira recorrer da cobrança. Estas taxas judicias são altas, em torno de 2,5% a 3%. no meu caso eu teria que ter em caixa aproximadamente 36 mil reais para recolher estas taxas, impossível. Me confirme por favor, pois lendo a mateira tive a impressão que não é necessário o condomínio recolher taxas judiciais. Obrigado pela atenção.

  2. Eu gostaria de saber quem defende o condômino dos abusos nos preços que os condomínios cobram. Muito fácil penhorar os bens de pessoas que pagam com muito sacrifício o que eles querem a seu bel-prazer… Aliás, é uma forma covarde e perversa criar uma Lei pra defender Condomínio e toda a corja que há nele…Lei que protege um grupinho de interessados e interesseiros…Assim, trabalhar para ter um imóvel não vai valer mais à pena, já que podem cobrar o que querem e acham que entendem de valores de cotas condominiais administradas por um pequeno grupo de aproveitadores…Nojo desse país, dessas leis safadas e dessa gente que ainda enche a boca pra falar e exaltar uma lei dessas…Alguém para defender os donos dos imóveis e os condôminos?

  3. Concordo que temos que pagar nossas contas sim ,mais acho que deveria existir uma lei pra ,fixar a taxa de juros que hoje são cobradas,eles cobram o que bem entendem,,mais uma vez a lei ,fica do lado do empresário ,e das grandes instituição ,o trabalhador não tem como c defender!

  4. Sou síndico do condomínio onde moro é queria saber o consigo cópia completa e número desta Lei.Grato.

  5. Olá, Helton! O ZAP não atua como intermediário ou participante entre o usuário e o anunciante. Para mais informações sobre a negociação, o contato deve ser realizado diretamente com o anunciante, por telefone ou mensagem. Esses meios de contato ficam disponíveis à direita da página, na área “Contatar o Anunciante”. Qualquer dúvida, estamos por aqui! 😉

  6. Olá, Elisa! O ZAP não atua como intermediário ou participante entre o usuário e o anunciante. Para mais informações sobre a negociação, o contato deve ser realizado diretamente com o anunciante, por telefone ou mensagem. Esses meios de contato ficam disponíveis à direita da página, na área “Contatar o Anunciante”. Qualquer dúvida, estamos por aqui! 😉

  7. Olá, Luiz! O ZAP não atua como intermediário ou participante entre o usuário e o anunciante. Para mais informações sobre a negociação, o contato deve ser realizado diretamente com o anunciante, por telefone ou mensagem. Esses meios de contato ficam disponíveis à direita da página, na área “Contatar o Anunciante”. Qualquer dúvida, estamos por aqui! 😉

  8. Olá, Jailson! É muito fácil! Acesse www.zapimoveis.com.br e utilize os filtros para encontrar o imóvel ideal para você. Qualquer dúvida, estamos por aqui! 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.