13/10/2015

Condomínios alugam imóveis para moradores receberem hóspedes

Construtoras se inspiram no conceito de economia compartilhada e oferecem serviços de uso coletivo para moradores

Fonte: Revista do ZAP

Construtoras oferecem serviços de uso coletivo para moradores

O conceito de economia compartilhada está virando tendência em países europeus e nos Estados Unidos. No Brasil, o assunto vem ganhando destaque com algumas iniciativas. Trata-se de um consumo colaborativo no qual se empresta, troca ou aluga algo ou um serviço. No caso dos condomínios, o morador poderá alugar um apartamento para receber hóspedes da mesma forma que reserva um salão de festas, por exemplo.

Apartamento compartilhado
Imagem do projeto do apartamento mobiliado e equipado que será compartilhado no Gafisa Smart Santa Cecília (Foto: Divulgação/Gafisa)

A construtora e incorporadora Gafisa, por exemplo, lançou um empreendimento com incentivo ao compartilhamento em condomínios, localizado na região central de São Paulo.

O Smart Santa Cecília contará com um studio de 26m² mobiliado e equipado que poderá ser alugado durante um período para um morador receber um hóspede que não pode ser acomodado em casa.

O projeto também disponibilizará o compartilhamento de carros e bicicletas. “A previsão é que outros lançamentos sigam essa tendência nos próximos meses”, afirma em nota Octávio Noronha, gerente de Negócios da Gafisa.

prédios

Um aplicativo para dispositivos móveis foi desenvolvido para o projeto e será uma rede social fechada para os moradores. Eles poderão trocar experiências, além de conseguirem reservar todos os itens compartilhados pelo condomínio.

O serviço de compartilhamento de carros e bicicletas em edifícios também já é oferecido pela incorporadora e construtora Vitacon. Segundo a empresa, neste mês será lançado o Vita Bom Retiro, que também terá uma unidade mobiliada que poderá ser utilizada pelo morador mediante o pagamento de um aluguel por um curto período de tempo.

O empreendimento contará com co-working, um espaço compartilhado para trabalho, e uma sala de reunião privativa, que vai funcionar pelo sistema pay-per-use, e poderá ser locada conforme a necessidade do morador.

Três ambientes sociais também poderão ser locados  (bar, lounge e espaço gourmet), além de um Sky Lounge, uma área com visão de toda a cidade. Neste empreendimento ainda terá um exclusivo moto sharing e um sistema de compartilhamento de ferramentas.

+ Entenda como é feita a construção de casas com concreto inflado

+ Uso de móveis corretos faz kitnet parecer maior. Saiba mais

+ Veja como remover o papel de parede

+ Acabamentos de parede diferenciados dão personalidade aos ambientes

+ Veja as vantagens de usar gesso na decoração

+ Azulejos: trocar, aplicar novos sobre antigos ou pintar?

+ Piscina de vidro suspensa vai ligar prédios de luxo em Londres

+ Saiba quais os pisos ideais para sua garagem

+ Fachada de casa em Lisboa tem mais de 4,5 mil plantas

+ Veja como deixar a fachada da casa com a sua cara

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.