24/05/2010

Confira as curiosidades da vida profissional da arquiteta Fernanda Marques

Fonte: Revista ZAP Imóveis

Não é à toa que a arquiteta Fernanda Marques é a queridinha das celebridades. Pouco amiga das tendências porque, segundo ela, é algo que sempre passa muito rápido, prefere fazer com que a casa não tenha de mudar o “visual” de ano em ano e seja exclusiva. Por isso, aposta mais nas cores neutras e deixa os detalhes mais marcantes para os acessórios – itens que são fáceis de trocar.

(Foto: Divulgação)
Fernanda Marques (Foto: Divulgação)

Confira como Fernanda adquiriu respeito e credibilidade no mercado imobiliário e decoração, qual será a “cara” dos seus próximos projetos e as curiosidades da sua carreira.

RZI: O que motivou você fazer arquitetura e urbanismo?
Fernanda Marques: Pura intuição. Mas hoje reconheço que foi uma das decisões mais acertadas que já tomei. Cursei Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, e me formei em 1988.

RZI: O que determinou ter o seu próprio escritório?
Fernanda: No início da minha vida profissional, estagiei com o arquiteto Jean Carlo Gasperini, meu mestre na FAU. Em 1990 abri meu escritório, “Fernanda Marques Arquitetos Associados”. Queria dar vazão a meu estilo multidisciplinar de atuação: me preocupar mais com os interiores em projetos de arquitetura e com a arte e o design em meus interiores.

RZI: O estilo das suas criações segue o contemporâneo, clean e intimista. Por que?
Fernanda: Porque no fundo sou assim. Não poderia ser diferente: me agrada ser contemporânea; as formas minimalistas. As atmosferas intimistas.

RZI: Como você vê o amadurecimento dos seus projetos?
Fernanda: A preocupação em adotar soluções que incorporam o ambiente externo aos interiores é algo que cresceu muito em meus projetos. Como também a participação em mostras das áreas de arquitetura e decoração e meu interesse por artes e design.

RZI: O que tinha de inovador nos projetos do L’Essence, luxuoso spa de beleza dos Jardins, da Fórmula Academia e do apartamento de Daniella Cicarelli criados por você?
Fernanda: São projetos distintos, mas que trazem em comum a preocupação em refletir o seu tempo. Tanto em termos estéticos, quanto construtivos.

RZI: Quais são os eventos que você costuma participar no País e exterior?
Fernanda: Foram diversas participações em Casa Cor, mais de 10 e duas bienais de arquitetura. Também viajo todos os anos a Milão e muito a Nova York.

RZI: Quais são os novos objetivos da sua carreira?
Fernanda: Fazer do meu escritório uma usina de criação, o que engloba também o design de produtos.

RZI: O brasileiro está mais interessado na arquitetura e decoração da casa? Por que?
Fernanda: Sim, acredito que a oferta de informação cresceu muito com a Internet, por exemplo. Acho natural que se olhe com mais atenção para a casa.

RZI: Quais são as suas apostas no ramo em que atua?
A sustentabilidade e a preocupação com o meio ambiente vão dominar as escolhas dos consumidores em um futuro já bem próximo.

LEIA MAIS:

ARQUITETAS BRASILEIRAS SEGUEM OS PASSOS DE DESIGNERS INTERNACIONAIS

NOVO DESIGN REPRODUZ A NATUREZA EM SEU ESTADO SELVAGEM

UNIÃO DE INTERIOR E EXTERIOR

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.