24/03/2010

Confira os documentos necessários para liberar o FGTS para pagar consórcios de imóveis

Confira os documentos necessários para liberar o FGTS para pagar consórcios de imóveis

Fonte: Revista do ZAP

Dados foram divulgados pela Caixa Econômica Federal

A Caixa Econômica Federal (CEF) divulgou em seu site nesta quarta, dia 24, as regras para liberação do FGTS e uso para pagamento de consórcios imobiliários. A possibilidade de realizar esse tipo de operação foi liberada pelo Conselho Curador do FGTS da CEF no último dia 18 e beneficia detentores de cartas de crédito contempladas e que já adquiriram imóveis.

>> FGTS paga consórcio de imóveis
>> Condições que impedem o uso do FGTS em consórcio
>> Exigências sobre o imóvel adquirido em consórcio
>> Compre uma carta contemplada

O FGTS só poderá ser usado para quitar ou amortecer valores do consórcio imobiliário a cada três anos, no mínimo. No caso de consumidores clientes desse serviço da própria CEF os documentos necessários para abrir o processo de uso do fundo são:

– extrato(s) analítico(s) da(s) conta(s) vinculada(s) de período referente aos últimos dois anos;
– comprovação de três anos de trabalho sob o regime do FGTS (para isso você pode usar cópias da identificação (frente e verso de sua carteira de trabalho, com os dados de identificação, e das folhas dos contratos), extrato atualizado de contas vinculadas fornecidos pela própria CEF ou declaração de órgão de destor ou sindicato (no caso de trabalhador autônomo);
– comprovação de não propriedade do imóvel nas condições impeditivas do FGTS (confira as condições)
– preenchimento de formulário específico fornecido pela Caixa (segunda via do DAMP 3), no caso de uso do FGTS para pagamento de parte das parcelas, além de Certidão de Inteiro Teor da Matrícula

Segundo informações da CEF, a falta de qualquer um desses documentos impede a operação de liberação do FGTS.

Para consorciados de outras administradoras
Caso seu consórcio não tenha sido feito através da Caixa, procure sua administradora e informe-se.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.